Globo se pronuncia sobre o caso do repórter Thiago Asmar

thiago asmar

Depois que o Observatório da Televisão revelou em primeira mão que o repórter Thiago Asmar havia sido demitido da Globo, por ter gravado e divulgado um vídeo íntimo com a modelo Carol Muniz, ex-namorada de Marco Polo Del Nero, presidente da CBF, vários sites repercutiram a notícia.

Bomba: repórter da Globo é demitido após gravar vídeo íntimo com ex-namorada do presidente da CBF

O vídeo vazou na quarta-feira (08) e a demissão teria ocorrido na sexta (10), mas a Globo, que até então não havia se pronunciado sobre o assunto, veio a público neste sábado (11) e afirmou que Thiago Asmar não foi demitido.


“Não é verdade que algum repórter da Globo tenha sido demitido ou suspenso. A Globo não comentará a divulgação ilegal de vídeo privado nem sua autoria.”

Mas Thiago Asmar teria levado um puxão de orelha e uma suspensão. Ele ficará afastado da emissora por algum tempo, cerca de 10 dias, até que a poeira abaixe.

A demissão não aconteceu por muito pouco, Marco Polo Del Nero pediu a cabeça do repórter, mas a Globo conseguiu contornar a situação.

Para fugir das polêmicas, Thiago Asmar deletou suas contas no Twitter e no Facebook. O repórter não responde aos telefonemas e outras tentativas de contato.

Carol Muniz revelou que o vídeo foi gravado há cerca de cinco meses em um apartamento em que o casal se encontrava.​ A modelo até cogitou processar Thiago Asmar, mas foi orientada a não fazer nada nesse sentido por enquanto.

Carol Muniz comemora demissão do repórter Thiago Asmar