Datena
Datena apresenta o Brasil Urgente (Reprodução)

Datena decidiu falar sobre a crise que assola o Grupo Bandeirantes, nesse início de 2015. A empresa já demitiu centenas de funcionários, rescindiu contratos e acabou com a produção de alguns programas, tudo isso para conter gastos.

Em seu programa na Nossa Área, da Rádio Bradesco Esportes FM desta segunda-feira (6), Datena comentou as demissões e afirmou que não é a Band que está em crise, mas sim o Brasil.

“Parece que a Band é uma emissora em crise, mas o país está em crise. Todas as emissoras estão demitindo. Não é a Band que passa por um momento difícil, o Brasil passa por um momento difícil. As emissoras todas estão demitindo. A Band não pode assumir a crise do país, de forma alguma. A crise é no país, em todo e qualquer setor”.


Há 12 anos na Band, Datena falou sobre os cortes de funcionários, entre eles membros de sua equipe.

“O Brasil Urgente não perdeu quase ninguém, continua com a mesma equipe. Ele é líder de audiência na Bandeirantes. Já chegou a dar muito mais, mas ele continua sendo o líder. Agora, é claro que a Band faz o que deve ser feito”.

Datena voltou ainda a comentar sobre desentendimento que teve com Luiz Bacci.

“Por que mandaram embora o Bacci, e não o Rafinha? Porque o Rafinha é competente, tem outros projetos. O Bacci foi incompetente na Band. Isso tem que ficar bem claro: ele não foi mandado embora por causa da crise da Band. Ele foi mandado embora porque ele não dava audiência de manhã – estava dando 0,5 pontos, 0,8″, disse o apresentador, que se mostrou decepcionado com o colega: “Eu me decepcionei com o caráter desse cara. Eu não quero relacionamento nenhum, ele é mentiroso e mau-caráter, na minha opinião”.

Confira na íntegra: