Jornal Nacional corta intervalos comerciais com medo da concorrência


Jornal_Nacional_Cenario_Virtual

Temendo o avanço da concorrência, o Jornal Nacional, da Globo, reduziu o número de intervalos comerciais, durante sua exibição. A medida, uma tentativa de segurar o telespectador e evitar que ele mude de canal, foi tomada depois que a novela da Record, Os Dez Mandamentos, começou a ameaçar a audiência do principal telejornal do Brasil.

Para se ter uma ideia, desde que estreou a novela da Record, a audiência da emissora dos bispo Macedo aumentou em 50% no horário, das 20h30 às 21h30, e subiu de 8 para 12 pontos, já o JN caiu de 26 para 24 em relação à semana anterior a estreia de Os Dez Mandamentos.


A Globo não assume a estratégia, mas segundo o jornalista Daniel Castro, na semana passada, o Jornal Nacional chegou a cortar pela metade o número de breaks. De acordo com informações do Controle da Concorrência, serviço que monitora a exibição de comerciais na TV, o Jornal Nacional reduziu de quatro para três intervalos comerciais na segunda, terça, quinta e sexta da semana passada. Na quarta-feira e no sábado as médias foram mantidas.

Por outro lado, o tempo dos intervalos do Jornal Nacional aumentou na última semana, em comparação com a semana anterior. Foram 42 minutos contra 37 minutos. Mas foi menor do que na primeira e segunda semanas do mês de março, que somaram 48 e 56 minutos respectivamente.