Meu Pedacinho de Chão

Vem aí! Meu Pedacinho de Chão estreia dia 7 de abril, às 18h, na Globo e promete ineditismo em um remake recheado de fantasia. De autoria de Benedito Ruy Barbosa, a adaptação da trama original, exibida simultaneamente pela Rede Globo e pela Cultura entre os anos de 1971 e 1972, é dirigida por Luiz Fernando Carvalho, conhecido por produções como “A Pedra do Reino”, que não fez tanto sucesso, e “Hoje é Dia de Maria”, que foi bem em audiência e ganhou continuação.

Na versão atual, Vila de Santa Fé, é uma cidade de brinquedo. A narrativa também será diferenciada, a trama é contada na visão das crianças Serelepe (Tomás Sampaio) e Pituquinha (Geytsa Garcia). A novela retrata um ambiente rural e o figurino é inspirado em trajes coloniais. O cenário deixa a história mágica devido à atmosfera infantil das árvores coloridas e das casas revestidas de lata. A novela também conta com animais articulados, realizados com materiais dos mais diversos, como um carrossel de vacas. Os personagens Zelão (Irandhir Santos) e Gina (Paula Barbosa) têm cavalos articulados que abrem e fecham os olhos, movem as patas e pescoço.


A cidade cenográfica foi construída em um terreno de aproximadamente 8 mil metros quadrados e conta com 28 construções, que inclui igreja, comércios, casas dos personagens e até mesmo uma estação de trem com uma grande linha férrea.

Apresentada pela emissora como a “nova fábula das seis”, a novela não é um folhetim infantil, mas com certeza vai agradar a garotada. A dúvida que fica é se o público brasileiro, acostumado com novelas realistas, vai gostar do realismo fantástico de Meu Pedacinho de Chão. Uma experiência recente deste tipo de produção, o remake de Saramandaia, exibido na faixa das 23h, não foi muito bem aceito. Mas vale a pena conferir esse trabalho, aparentemente primoroso de Benedito e Luiz Fernando.

Veja quem está no elenco:

Bruna Linzmeyer: Professora Juliana

Johnny Massaro: Ferdinando

Osmar Prado: Coronel “Epa” Epaminondas

Irandhir Santos: Zelão

Antônio Fagundes: Coronel Giácomo

Rodrigo Lombardi: Pedro Galvão

Juliana Paes: Madame Catarina Epa

Bruno Fagundes: Renato

Emiliano Queiroz: Padre Santo

Paula Barbosa: Gina

Geytsa Garcia: Pituca

Tomás Sampaio: Serelepe

Gabriel Sater: Viramundo

Cintia Dicker: Milita