Produções da teledramaturgia que apostaram em milagres de santo (Divulgação)
Produções da teledramaturgia que apostaram em milagres de santo (Divulgação)

Nesta segunda-feira (19) o SBT retoma a exibição da série católica La Rosa de Guadalupe, rebatizada de A Rosa dos Milagres para Milagres de Nossa Senhora. Como explicação pela alteração do nome, a emissora informa que o atual tem mais a ver como os episódios. No mais, a dramatização produzida originalmente pela Televisa desde o ano de 2008 até os dias atuais e exibida em sua grade vespertina, tem como mote, problemas sociais e familiares que sempre são resolvidos na base de um milagre da padroeira das Américas, Guadalupe.

Em meio à polêmicas devido ao seu apelo sensacionalista (afirmação esta, com base em pesquisas), é certo que as apostas em milagres na teledramaturgia brasileira também não é uma exclusividade da Televisa, tampouco uma novidade em terras brasileiras. Pensando nisso, o Observatório da Televisão lista as produções que manifestam a fé nas pessoas diante dos santos milagreiros.

A Padroeira (2001)

Milagres de Nossa Senhora Aparecida foi o mote de A Padroeira (Divulgação: Globo)
Milagres de Nossa Senhora Aparecida foi o mote de A Padroeira (Divulgação: Globo)

Em seu segundo trabalho na Globo, Walcyr Carrasco, autor devoto de Nossa Senhora de Aparecida, apostou suas fichas nos milagres da mãe de Jesus em sua história produzida em 2001 para às 18 horas. Todos os milagres atribuídos à Nossa Senhora Aparecida, segundo registros da Igreja Católica, foram apresentados na novela. Para tal, Carrasco modificou os perfis dos personagens “reais” e datas.

Os grilhões do escravo Zacarias (na ficção, Norton Nascimento) estão expostos até hoje na cidade de Aparecida do Norte, onde está o Santuário Nacional de Aparecida. Para o dia da Padroeira, 12 de outubro, o autor preparou um capítulo especial, no qual a menina Marcelina (Renata Nascimento) voltava a enxergar, por intervenção da santa.

América (2005)

Em 2005 Glória Perez escreveu a novela América, na qual a protagonista Sol, interpretada pela atriz Deborah Secco, tinha o sonho de morar nos Estados Unidos e superar as dificuldades vividas no Brasil na busca da tão sonhada estabilidade financeira no país das oportunidades. A jovem, junto ao seu grande amor, o peão Tião, vivido por Murilo Benício, foram unidos e ungidos pela fé na mesma santa, Nossa Senhora de Guadalupe.

Ainda que o objeto de devoção se manifestasse em suas vidas sob nomes e circunstâncias diferentes. Ambos, entretanto, aumentavam sua fé a cada capítulo da trama, na proporção em que os obstáculos se intensificavam. Na mesma novela, a personagem de Consuelo (Claudia Jimenez) só aguentou a espera por suas filhas Inesita (Juliana Knust) e Rosário (Fernanda Paes Leme) – que fizeram a perigosa travessia do México para os Estados Unidos – por conta de sua crença nos poderes da Virgem de Guadalupe.

Alma Gêmea (2005)

Em Alma Gêmea, Mirna colocava o santo Antônio de cabeça para baixo em copo de água durante pedidos de milagre para se casar (Reprodução: Globo)
Em Alma Gêmea, Mirna colocava o santo Antônio de cabeça para baixo em copo de água durante pedidos de milagre para se casar (Reprodução: Globo)

O santo Antonio, o casamenteiro, foi a premissa utilizada pelo autor Walcyr Carrasco na construção de sua personagem, Mirna, interpretada por Fernanda Souza. A caipira, jovem e ingênua, tinha o sonho de namorar e se casar. Seu maior medo é ficar encalhada. Embora tivesse vários pretendentes, todos eles eram expulsos por seu irmão, Crispim, personagem de Emílio Orciollo Netto.

Desejo Proibido (2007)

Par romântico de Desejo Proibido pediam milagre para a santa de Pedra da cidade de Passaperto (Reprodução: Globo)
Par romântico de Desejo Proibido pediam milagre para a santa de Pedra da cidade de Passaperto (Reprodução: Globo)

A novela Desejo Proibido, de Walther Negrão, mesclou um clima de devoção e muito romance. O casal principal vivia um amor intenso, mas proibido devido à vocação religiosa do rapaz. Ambientada nos anos 1930, na fictícia cidade de Passaperto, em Minas Gerais. Ela situava a gruta da Virgem de Pedra.

Visando aumentar os lucros das fazendas, o prefeito da cidade queria aprovar um projeto de demolição da gruta, que abrigava a santa. Porém, o assunto tomou conta da cidade e dividiu a população. A santa, para muitos, era milagrosa, e, destruí-la para a construção da ferrovia seria um atentado contra fé de todos.

Bom Sucesso (2019)

Em Bom Sucesso, Paloma é devota d Nossa Senhora da Penha (Reprodução: Globo)
Em Bom Sucesso, Paloma é devota d Nossa Senhora da Penha (Reprodução: Globo)

A nova aposta do horário das sete da Globo, Bom Sucesso, traz a personagem Paloma (Grazi Massafera) como devota de Nossa Senhora da Penha. Após descobrir que morreria dentro de seis meses após receber um exame errado, Paloma pede um milagre em sua vida: deixar tudo em ordem para que seus filhos possam seguir sem ela. Paloma, a partir de então, fortalece sua fé na santa.

Milagres de Jesus (2014)

Caio Junqueira abriu a série Milagres de Jesus na Record TV (Reprodução: Record TV)
Caio Junqueira abriu a série Milagres de Jesus na Record TV (Reprodução: Record TV)

Produzida pela Record TV, a série por si só diz a proposta. A cada episódio, sendo eles dezessete, uma das histórias clássicas dos tempos de Jesus Cristo é contada. A Pesca Maravilhosa foi o episódio de estreia, com Caio Junqueira interpretando Simão, que, após encontro com Jesus se torna seu discípulo, passando a se chamar Pedro. A série levou o prêmio na categoria de Melhor Produção de 2014 pelo Festival y Mercado de Televisión Internacional, da Argentina.

Últimos vídeos do Canal no YouTube