Olga na RedeTV!
Olga Bongiovanni na RedeTV!: apresentadora ironizou falta de Ibope de seu programa na emissora (Divulgação)

Na semana passada, a apresentadora Olga Bongiovanni, da RedeTV!, ironizou o fato do Ibope apontar que sua atração da hora do almoço na emissora de Osasco não tem audiência. Desde sua estreia, o Olga marca médias abaixo do 0.5 ponto. O fato é considerado traço pelo Instituto.

No entanto, não é a primeira vez que isso ocorre na RedeTV!, muito menos na TV brasileira. E a tendência é que programas que não marcam bons números sejam retirados do ar muito antes do esperado. Pelo menos é o que diz o histórico da TV brasileira.

Nesta lista, o Observatório da Televisão vai relembrar quatro programas que chegaram ao traço absoluto, marcando em algum momento o índice abaixo de 1 ponto de audiência na Grande SP. E existem vários: de novela até atrações de auditório. Fique tranquila Olga, você não está sozinha!

1 – Destilando Amor (SBT, 2007)

Destilando Amor foi exbida em 2007 no SBT (Divulgação)
Destilando Amor foi exbida em 2007 no SBT e foi um grande fracasso (Divulgação)

Numa época em que vivia uma extrema má fase de audiência, além de ver a Record TV ascender na preferência do público, o SBT tentou resolver os seus problemas com uma novela mexicana.

Destilando Amor é um remake da clássica Café Com Aroma de Mulher, que o próprio SBT exibiu com sucesso em 2001. Exibida no horário das 18h15, foi um fracasso retumbante. Teve média de 2 pontos e em vários momentos chegou a ter menos de 1 ponto de Ibope.

Sem alternativa, o SBT cortou a trama no capítulo 20 e colocou no ar o desenho Os Vegetais.

2 – Sexo a 3 (RedeTV!, 2012)

Sexo a 3: programa inacreditável de Robert Rey na RedeTV! (Divulgação)
Sexo a 3: programa inacreditável de Robert Rey na RedeTV! (Divulgação)

Procurando formas de suprir a ausência do Pânico, seu principal programa na época e que havia se transferido para a Band, a RedeTV! estreou um programa inacreditável. Trata-se do Sexo a 3, apresentado pelo Dr. Robert Rey, o famoso Dr. Hollywood.

O programa era inacreditável. Apelava para seios, bundas e tudo relacionado ao sexo, de forma extremamente trash. Foi um insucesso de crítica e público. Ficou no ar menos de três meses no ar e chegou ao traço absoluto de Ibope.

3 – Busão do Brasil (Band, 2010)

Edgard Piccoli
Busão do Brasil com Edgard Piccoli (Divulgação)

Programa baseado no formato The Bus, da mesma criadora do Big Brother, o Busão do Brasil prometia bastante. Era uma mistura de BBB com viagens e registrava a vida de 12 pessoas confinadas dentro de um ônibus.

Apresentado por Edgard Piccoli, egresso da MTV e do Multishow, a atração foi um fracasso grande. Logo nas primeiras semanas, atingiu índices abaixo do 1 ponto. Sua final, ignorada pelo grande público, marcou míseros 2 pontos de Ibope.

4 – Fala Zuca! (RedeTV!, 2018)

Fala Zuca teve vida curta na RedeTV! (Divulgação)
Fala Zuca teve vida curta na RedeTV! (Divulgação)

Celso Zucatelli chegou na RedeTV! em 2015 para fazer uma versão do Hoje em Dia chamada Melhor para Você. O programa durou até 2018, mas logo Zucatelli ganhou um programa só seu.

Trata-se do Fala Zuca!, que traria as principais notícias do dia de forma rápida e direta. O problema é que, com 30 minutos e com Ibope no traço, o programa durou apenas um mês no ar.

Últimos vídeos do Canal no YouTube