Silvia Pfeifer, Gracindo Júnior e Zezé Motta estão no elenco de Ouro Verde

Quem for dar uma conferida em Ouro Verde, próxima novela estrangeira da Band, talvez se surpreende ao encontrar alguns rostos ‘familiares’ em cena. Não à toa: além de contar com Sílvia Pfeiffer entre as protagonistas, o folhetim importado de Portugal traz ainda diversos outros astros brasileiros no elenco, entre personagens fixos e participações especiais. Zezé Motta e Gracindo Jr., por exemplo, interpretam papéis fundamentais na história de vingança e redenção de Jorge Monforte (Diogo Morgado).

Não vem de hoje o hábito da TV portuguesa em escalar nomes conhecidos da dramaturgia tupiniquim para dar um tempero a mais em suas tramas – até porque a recíproca, aliás, é também verdadeira. Oscar Magrini, Juliana Baroni, Joana Balaguer, Miguel Thiré, Graziella Schmitt, Marcello Antony e Carolina Kasting figuram na lista de ex-globais que já gravaram novelas na ‘terrinha’.

O fato é que, não somente Portugal, mas muitos outros países da América Latina, da Europa e até da África já tiveram a oportunidade de receber atores brasileiros de renome em suas produções de TV. Vejamos alguns astros daqui que já se aventuraram no exterior.

Thiago Rodrigues
Thiago Rodrigues (Divulgação/TV Globo)

Thiago Rodrigues

O ex-marido da jornalista Cris Dias foi o caso mais recente de ator que, já bem conhecido no Brasil, resolveu tentar a sorte no mercado das novelas portugueses – no qual, aliás, acabou se dando muito bem.

Thiago foi um dos protagonistas de Valor da Vida, exibida no ano passado pela TVI – e escrita pela mesmíssima autora de Ouro Verde, Maria João Costa. Ele interpretou Vasco, um homem que se envolvia com a cunhada, Sara (Joana de Verona), depois do coma de sua esposa, Carolina (Ana Sofia Martins), que mais tarde acabava despertando.

O desempenho do carioca foi tão bem avaliado pelo público lusitano que ele acabou emplacando, quase em seguida, um papel de destaque em Prisioneira, estreada há alguns meses pelo mesmo canal da ‘terrinha’.

Antonio Fagundes
Antonio Fagundes (Divulgação/ TV Globo)

Antônio Fagundes

Um dos galãs favoritos da Rede Globo, ele acabou sendo escalado para uma participação especial na versão hispânica de Vale Tudo, cuja original o próprio Fagundes protagonizou.

Ele interpretou Salvador, pai da heroína Raquel (Itatí Cantoral) e avô da vilã María de Fátima (Ana Claudia Talancón), no primeiro capítulo de Vale Todo, co-produção entre a Globo e a rede estadunidense Telemundo, filmada em 2002 no Rio de Janeiro. Na trama original, Sebastião Vasconcelos havia dado vida ao papel.

Uma curiosidade: como não dominava o idioma castelhano, Fagundes precisou ser dublado em cena, ‘ganhando’ uma voz bem diferente da sua habitual!

Rubens de Falco
Rubens de Falco (Memória Globo)

Rubens de Falco

O papel do cruel Leôncio, na novela Escrava Isaura (1976), levou a fama de Rubens de Falco aos mais inimagináveis pontos do globo terrestre, e acabou abrindo portas para o saudoso ator em alguns desses lugares.

Um deles foi a Venezuela, onde Falco protagonizou, em 1982, a novela La Bruja, escrita pelo conceituado roteirista latino Humberto Olivieri. Sua presença nesta produção ficou marcada, além da qualidade de sua interpretação, pela humildade do astro brasileiro – que, mesmo sendo o protagonista, fez questão que os nomes dos artistas locais viessem antes do seu na ordem dos créditos de abertura. Bonito gesto, não?

Taís Araújo estará em Amor de Mãe
Taís Araújo estará em Amor de Mãe (Reprodução).

Taís Araújo

Bem-sucedida no Brasil, onde foi ao ar pela extinta Manchete, Xica da Silva (1996) teve ainda mais êxito em muitos do países para onde foi exportada. Na Colômbia, por exemplo, a história escrita por Walcyr Carrasco – sob o pseudônimo de Adamo Angel – foi um verdadeiro fenômeno de popularidade.

Por conta disso, aproveitando uma passagem da atriz brasileira Taís Araújo por lá, o canal RCN aproveitou para escalá-la a fazer uma participação especial em Betty, a Feia. Taís interpretou a si mesma durante alguns capítulos, falou espanhol com desenvoltura e contracenou com vários personagens da história, os quais sempre comentavam seu sucesso em Xica da Silva. Suas cenas com Betty (Ana María Orozco), inclusive, são consideradas um divisor de águas na história da protagonistas pelos fãs da trama latina.

Tamanho êxito fez com que, alguns anos depois, a RCN oferecesse a Taís um contrato cheio de regalias para que ela protagonizasse sua novela Con el Sol en los Ojos. Porém, a hoje esposa de Lázaro Ramos preferiu voltar à Globo para atuar em Porto dos Milagres (2001). Decisão que, mais tarde, se revelaria acertadíssima!

Susana Vieira
Susana Vieira (Divulgação/TV Globo)

Susana Vieira

O êxito como heroína de A Sucessora (1978) atraiu a atenção do mercado internacional para o talento de Susana Vieira. Nessas incursões, a diva acabou indo parar nada menos do que na Televisa! Sim, a produtora das novelas mexicanas exibidas pelo SBT.

Em entrevista concedida à Veja em 2004, Susana revelou ter atuado em três folhetins da terra da tequila. Só há, no entanto, registros de sua participação em Profesión: Señora, trama de 1983 que falava sobre a emancipação feminina, bem aos moldes da época. “Adoro novelas mexicanas. Acho uma delícia os absurdos que elas têm”, chegou a dizer Susaninha na mesma ocasião.

Nívea Maria no lançamento de A Dona do Pedaço
Nívea Maria no lançamento de A Dona do Pedaço (Divulgação/TV Globo).

Nívea Maria

Em 1983, o diretor Herval Rossano resolveu trocar a TV brasileira pela do Chile. Sua esposa à época, Nívea Maria o acompanhou na mudança e acabou escalada para protagonizar o que seria sua primeira – e única – novela no canal local TVN: El Juego de la Vida. A obra nada mais era do que uma adaptação de Algemas de Ouro (1969), escrita por Benedito Ruy Barbosa para a Record TV.

Nívea interpretava – em espanhol – a mocinha Vanessa, papel de Lolita Rodrigues na obra original. Ocorre que, decorridos alguns meses de trabalho, desavenças com a direção da TVN levaram Rossano a abandonar a direção do folhetim, levando consigo sua esposa de volta ao Brasil.

Por isso a personagem de Nívea, mesmo sendo a heroína, acabou misteriosamente assassinada no meio da história! Para cobrir essa ‘buraco’, a atriz chilena Carolina Arregui entrou em cena como um novo interesse romântico para o galã da trama.

Vivianne Pasmanter como Shirlei
Vivianne Pasmanter (Globo)

Vivianne Pasmanter

Com o boom da segunda versão de Mulheres de Areia (1993) em toda a América Latina, Vivianne acabou seduzida por uma proposta da rede argentina Canal 13 para ser uma das protagonistas de Alén, Luz de Luna (1996).

Na pele de Vera Hardoy, ela formava com os astros portenhos Gustavo Bermúdez e Silvana Di Lorenzo o triângulo amoroso central da história. Embora, em 2002, tenha declarado ao jornal Folha de São Paulo ter ‘adorado a experiência’ de estrelar um folhetim no exterior, Vivianne acabou abandonando Alén, Luz de Luna antes do final. O motivo: ela não estava recebendo o salário devido!

Rocco Pitanga comenta volta à Globo após 11 anos: “Estou bastante feliz”
Rocco Pitanga (Divulgação/TV Globo)

Rocco Pitanga

O irmão da estrela global Camila Pitanga acumula, no mercado brasileiro, passagens pela Globo e pela Record TV. Em 2012, ele aproveitou uma folga nas gravações da segunda temporada de Rebelde, no canal de Edir Macedo, para gravar uma participação especial em Windeck, novela que vinha rompendo recordes de audiências na TV da Angola.

Curiosamente, esta novela chegaria ao Brasil poucos anos depois, transmitida com relativo sucesso pela estatal TV Brasil.

Pega Pega
Marcelo Serrado em Pega Pega (Divulgação/ TV Globo)

Marcelo Serrado

Pouco antes de se dedicar ao papel do machista Nicolau em O Sétimo Guardião, o galã global se deslocou até a Colômbia – com a devida bênção dos Marinho – para gravar a série Jugar con Fuego (Brincar com Fogo), adaptação hispânica da trama brasileira Amores Roubados (2013).

Seu personagem na história, o músico Thiago, correspondia ao Oscar Beerhouse (Thierry Tremouroux) da obra de origem.

Últimos vídeos do Canal no YouTube