Brasil e Portugal, unidas resultaram em novelas de sucesso mundial e vencedoras de Emmy Internacional
Brasil e Portugal, unidas resultaram em novelas de sucesso mundial e vencedoras de Emmy Internacional (Reprodução: SBT/Globo/Record TV)

Brasil e Portugal estão vinculados não somente pela história e pela língua em comum, mas também pela arte, assim, digamos: a arte televisionada, ou, as propriamente ditas telenovelas. Contudo, as produções luso-brasileiras ou as pinceladas de brasilidades nas histórias portuguesas já provaram por A mais B que a união sempre fez a força e que a requintada fusão de originalidade e competência transformaram os dois países nas maiores potências do seguimento.

Não é à toa que Ouro Verde, a nova aposta da Band no horário nobre, foi a vencedora do Emmy Internacional 2018 na categoria Melhor Novela. A trama escrita por Maria João Costa entra na linha de frente nesta segunda-feira, às 20h20, reunindo nomes brasileiros e gravações de qualidade pitorescas na Amazônia e Rio de Janeiro, cenário para o pontapé inicial da história de vingança de Jorge (Diogo Morgado).

Este, aliás, ator que já esteve presente no Brasil não somente agora. Quer descobrir? Então confira nesta lista que o Observatório da Televisão preparou, os momentos em que a telenovela brasileira se fundiu com a de Portugal e descubra essa e muitas outras curiosidades luso-brasileiras.

As Pupilas do Senhor Reitor (1994)

Luciana Braga, Juca de Oliveira e Débora Bloch protagonizaram As Pupilas do Senhor Reitor no SBT em 1995 (Reprodução: SBT)
Luciana Braga, Juca de Oliveira e Débora Bloch protagonizaram As Pupilas do Senhor Reitor no SBT em 1995 (Reprodução: SBT)

As cidades portuguesas do Porto e de Guimarães, nas regiões do Douro e do Minho, serviram de cenário para as primeiras gravações de As Pupilas do Senhor Reitor, novela escrita por Lauro César Muniz.  O diretor Nilton Travesso percorreu vários lugares do norte de Portugal para captação de imagens a serem inseridas durante toda a novela. Os atores Débora Bloch, Eduardo Moscovis e Amália também viajaram para o país para cumprir agenda de gravações. Ambientada entre 1860 e 1870 na aldeia portuguesa de Póvoa do Varzim. Travesso encontrou o cenário que queria no pequeno vilarejo de Sistelo, a cerca de 25 quilômetros da fronteira com a Espanha.

Os Maias (2001)

Os Maias foi uma parceria entre Globo e SIC no ano de 2001 e contou com Fábio Assunção e Ana Paula Arósio nos papeis principais (Divulgação: Globo)
Os Maias foi uma parceria entre Globo e SIC no ano de 2001 e contou com Fábio Assunção e Ana Paula Arósio nos papeis principais (Divulgação: Globo)

A minissérie Os Maias foi uma superprodução brasileira em parceria com a SIC (principal emissora de televisão portuguesa), escrita por Maria Adelaide Amaral. Sob narração de Raul Cortez, a história foi livremente baseada na obra homônima de Eça de Queirós e retratou a derradeira decadência da aristocracia portuguesa em XIX. Com elenco formado por nomes como Ana Paula Arósio, Fábio Assunção, Walmor Chagas, Marília Pêra e Osmar Prado, a produção teve estreia simultânea nos dois países.

Sabor da Paixão (2002)

Luigi Baricelli gravou cenas em Porto para Sabor da Paixão (Divulgação: Globo)
Luigi Baricelli gravou cenas em Porto para Sabor da Paixão (Divulgação: Globo)

Escrita por Ana Maria Moretzsohn, Sabor da Paixão reuniu cenas na cidade de Porto, em Portugal dirigidas por Denise Saraceni. Seu principal cenário foi a Quinta da Paixão, em que foram retratadas atividades agrícolas como a colheita da uva. O protagonista era Luigi Baricelli, que gravou no local. Num geral, a história retratou a vida difícil de Diana Coelho (Letícia Spiller), uma jovem que luta para recuperar as terras de sua família em Portugal.

Como Uma Onda (2004)

Alinne Moares, Ricardo Pereira e Joana Solnado nos bastidores de Como Uma Onda (Divulgação: Globo)
Alinne Moares, Ricardo Pereira e Joana Solnado nos bastidores de Como Uma Onda (Divulgação: Globo)

De Walther Negrão, a novela Como Uma Onda foi a primeira trama da Globo a dar protagonismo a um ator de Portugal, no caso, Ricardo Pereira, em alta no país naquela época. Com cenas gravadas em Amarante, Lisboa e Guimarães, a direção, encabeçada por Dennis Carvalho, optou por buscar por Ricardo Pereira para dar mais veracidade à história.

Olhos d’ Água (2004)

Olhos d' Água foi a primeira novela portuguesa exibida pela Band (Reprodução: TVI)
Olhos d’ Água foi a primeira novela portuguesa exibida pela Band (Reprodução: TVI)

Em 2004 a Band assinou um contrato de exclusividade com a NBP, a maior produtora de conteúdo em teledramaturgia de Portugal. Um verdadeiro sucesso na terra de Cabral, por aqui, Olhos d’ Água estreou na faixa das 16 horas. Em Portugal, Olhos d’ Água chegou a bater em audiência novelas da Globo exibidas por lá, diferente daqui, que acabou limada do ar por baixa audiência.

Morangos com Açúcar (2004)

Os atores Benedita Oliveira e João Catarré protagonizaram a primeira temporada de Morangos com Açúcar (Reprodução:  TVI)
Os atores Benedita Oliveira e João Catarré protagonizaram a primeira temporada de Morangos com Açúcar (Reprodução: TVI)

No dia 29 de Março de 2004 a Band colocava no ar Morangos com Açúcar. Inicialmente estava prevista para ocupar uma fatia do horário nobre da emissora, mas, depois do fiasco de Olhos d’ Água e do lançamento de Metamorphoses na Record TV, decidiu-se que a melhor alternativa seria colocar a novela teen na faixa da tarde. Considerada a Malhação portuguesa, por aqui a trama fez relativo sucesso e ganhou muitos fãs, atingindo de 2 a 3 pontos de média enquanto Olhos d’ Água atingia 0,7. A história chegou ao fim em 2012 com 9 temporadas.

Paixões Proibidas (2005)

De Aimar Labaki, essa foi uma co-podução Band-RTP com direção de Ignácio Coqueiro e Del Rangel. Trama de época baseada nas obras Amor de Perdição, Mistérios de Lisboa e Livro Negro do Padre, Paixões Proibidas apostou forte em cenas de nudez, violência e uma requintada produção. A história trouxe algumas localidades de Lisboa e atores portugueses também. O projeto era de Herval Rossano, que posteriormente veio a deixar a Band.

Revelação (2008)

Em sua primeira novela no SBT, Iris Abravanel decidiu iniciar a história dos seus protagonistas em Portugal. Para tal, uma equipe de mais de 20 pessoas, entre técnicos, diretores, produtores e atores foram enviados ao país, mais precisamente nas cidades de Cascais e Lisboa, onde as primeiras cenas foram rodadas. Para completar a equipe, o SBT contratou dois atores portugueses, Joana Solnado (neta de Raul Solnado) e o galã Diogo Morgado, para participações especiais na trama. Foram contratados também para as cenas na Europa muitos figurantes locais. A novela se tornou um dos maiores investimentos da dramaturgia na emissora nesta década.

Laços de Sangue (2010)

Laços de Sangue foi a vencedora do Emmy Internacional 2011 (Divulgação: SIC)
Laços de Sangue foi a vencedora do Emmy Internacional 2011 (Divulgação: SIC)

Laços de Sangue foi uma novela portuguesa, a primeira parceria da SIC e Globo que contou com a supervisão de Aguinaldo Silva. Diana Chaves, Diogo Morgado e Joana Santos interpretam os papéis principais. Vencedora do Emmy Internacional de Melhor Novela de 2011.

Escrava Mãe (2016)

Pedro Carvalho entrou em O Outro Lado do Paraíso e público só lembrou de Escrava Mãe
Pedro Carvalho entrou em O Outro Lado do Paraíso e público só lembrou de Escrava Mãe (Reprodução/Globo)

Produzida em 2016 pela Record TV, Escrava Mãe trouxe como protagonista o famoso ator português, Pedro Carvalho, vivendo Miguel Sales, par romântico de Juliana, interpretada por Gabriela Moreyra. O ator se tornou sensação em seu país de origem em 2014 após gravar cenas de beijos e amor com o ator Duarte Gomes, seu par romântico na novela O Beijo do Escorpião. Embora este tenha sido o segundo beijo gay de uma novela portuguesa, a falta de censura da emissora e a naturalidade como a história foi retratada chamaram a atenção do público.

Tempo de Amar (2017)

Gravação da cena do reencontro entre Maria Vitória e Vicente em Tempo de Amar
Gravação da cena do reencontro entre Maria Vitória e Vicente em Tempo de Amar (AgNews)

Com história que se passa entre os anos de 1927 e 1930, Tempo de Amar, novelas das 18 horas escrita por Alcides Nogueira em parceria com Bia Corrêa do Lago, também teve seus capítulos iniciais gravados em Portugal. Com um elenco formado por Regina Duarte, Tony Ramos, Bruno Ferrari, Sabrina Petraglia, Giovanna Lancellotti, Bruno Cabrerizo e Marcos Pitombo, a direção artística foi assinada por Jayme Monjardim.

Últimos vídeos do Canal no YouTube