Poliana (Sophia Valverde) diante da Escola Ruth Goulart: alta audiência no SBT (Reprodução/SBT)
Poliana (Sophia Valverde) diante da Escola Ruth Goulart: alta audiência no SBT (Reprodução/SBT)

As Aventuras de Poliana tem na Escola Ruth Goulart um importante cenário. A instituição dirigida por Ruth (Myrian Rios) e que prossegue com uma tradição de décadas no ensino tem como alunos Poliana (Sophia Valverde), João (Igor Jansen), Davi (Bruno Campolongo) e Filipa (Bela Fernandes), entre outros. Vamos hoje relembrar algumas das escolas da TV que já foram cenário para as peripécias de personagens da nossa teledramaturgia.

Carrossel

Em 1991/92, o SBT roubou pontos de audiência da Globo em pleno horário nobre com uma novela mexicana dirigida às crianças: Carrossel, com Gabriela Rivero no papel da professora Helena. Posteriormente reprisada em algumas ocasiões e com uma sequência intitulada Carrossel das Américas também transmitida pela emissora (em 1996), a novela foi lembrada para uma versão brasileira pelo mesmo SBT. Em 2012/13, Carrossel uma vez mais conquistou as crianças. Na Escola Mundial, a professora Helena (Rosanne Mulholland) se envolve diretamente com os conflitos escolares e particulares de seus alunos. Alguns deles, só para ilustrar, eram Cirilo (Jean Paulo Campos), Maria Joaquina (Larissa Manoela), Valéria (Maisa Silva) e Jaime.

Colégio Brasil

O próprio título da novela de Yoya Wursch e Roberto Talma (que também a dirigiu, com José Paulo Vallone) batizava a escola na qual os acontecimentos da produção exibida pelo SBT em 1996 eram ambientados. O professor Edmo (Edwin Luisi) era diretor do Colégio Brasil, e sua Tininha (Ana Kutner) era uma das alunas. Nair (Maria Padilha) era a inspetora linha-dura, cujo ex-namorado Lanceloti (Giuseppe Oristânio) ia trabalhar como professor da escola. Júlia (Patrícia de Sabrit) e Mac (Afonso Nigro), professor de Educação Física, formavam um dos pares românticos da novela. Um personagem de destaque era o sensível Manoel Boi (Taumaturgo Ferreira), alvo do amor de Tininha e de Tereza (Cláudia Lira).

Sandy & Junior: uma das escolas da TV tinha cenas gravadas numa escola de verdade

Na série dominical protagonizada pelos irmãos, que reproduziam seu parentesco da vida real na telinha, os conflitos eram centralizados no Centro Educacional Mário de Andrade (CEMA), dirigido pelo Professor Camilo (Blota Filho). O Liceu Salesiano Nossa Senhora Auxiliadora, em Campinas (SP), foi utilizado para as gravações das cenas dessa que é uma das mais lembradas escolas da TV.

Malhação: várias escolas da TV foram cenário da “novelinha” vespertina

Só as escolas das diversas temporadas de Malhação renderiam uma lista à parte. Além do Colégio Múltipla Escolha, que esteve presente de 1999 a 2009. Filha do antológico professor Paulo Pasqualete (Nuno Leal Maia), Isa (Giovanna Antonelli) foi a primeira diretora da escola. Posteriormente, Victor (Licurgo Spínola), Afonso (Giuseppe Oristânio) e Adriano (Daniel Boaventura) ocuparam o cargo. Na temporada atualmente em reprise no Canal Viva (2007/09), o Múltipla Escolha se fundiu com outro colégio, o Ernesto Ribeiro.

Nas temporadas 2009/10 e 2010/11, a escola de Malhação foi o colégio Primeira Opção, dirigido pelo Professor Livramento (José de Abreu). Em 2012/13, Malhação passou a apresentar o Colégio Quadrante, instituição pública que buscava a excelência, sob a direção de Mathias (Blota Filho).

Em 2015/16, Malhação teve como cenários duas escolas: a particular Leal Brasil e a pública Dom Fernão. Na saudada temporada Viva a Diferença (2017/18), uma vez mais a dualidade entre escola particular e escola pública foi representada. No Colégio Grupo, propriedade de Edgar (Marcello Antony), estudavam os alunos de posses, ao passo que na Escola Estadual Cora Coralina, cuja orientadora pedagógica era Dóris (Ana Flávia Cavalcanti), estudavam os mais pobres. A temporada seguinte, Vidas Brasileiras (2018/19), baseada na produção canadense 30 Vies, ambientou sua história essencialmente no Colégio Sapiência. A professora Gabriela (Camila Morgado) e o diretor Marcelo (Bukassa Kabengele) lidavam com os problemas dos alunos, entre os quais assédio sexual, preconceito de vertentes variadas e bullying.

Rebelde: inspirada em versão mexicana, novela apresentou mais uma das escolas da TV

Entre 2011 e 2012, a Record TV produziu sua versão de Rebelde, fruto da parceria firmada na época com a mexicana Televisa. Em 410 capítulos, os conflitos dos alunos da escola Elite Way foram abordados a partir dos seis protagonistas. Alice (Sophia Abrahão), Roberta (Lua Blanco), Carla (Mel Fronckowiak), Diego (Arthur Aguiar), Tomás (Chay Suede) e Pedro (Micael Borges) conduziam as tramas românticas e de amizade na escola.

Últimos vídeos do Canal no YouTube