O Aprendiz na Band
O Aprendiz na Band (Divulgação)

Nesta segunda-feira, 18 de março, às 22h, a Band lança uma nova temporada de O Aprendiz, reality show que há mais de 10 anos marca presença na TV brasileira. Anteriormente, várias edições foram exibidas pela Record TV. Duas delas foram apresentadas pelo atual governador de São Paulo, João Doria Jr. No entanto, quando se fala em O Aprendiz a figura que vem à mente é a de Roberto Justus. A saber, a nova será a 11ª temporada da versão brasileira da atração. Só para ilustrar, era originalmente apresentada por Donald Trump na TV norte-americana, no início dos anos 2000. Apesar de anunciada há quase um ano, a versão da Band passou pela maturação necessária e só estreia agora. Posto que o programa está de volta, o Observatório da Televisão resgata os antigos vencedores.

Veja também: Conheça os 18 participantes da nova temporada de O Aprendiz

As primeiras temporadas: em jogo, um cargo importante para o vencedor de O Aprendiz

A primeira temporada de O Aprendiz foi lançada pela Record TV no final de 2004. Foram reunidos 16 participantes que desejavam cumprir as tarefas, demonstrar talento, inteligência e ousadia para encher os olhos de Roberto Justus. E com isso faturar um emprego numa das empresas do Grupo Newcomm, de propriedade do apresentador. Mais de 30 mil inscrições foram recebidas, de acordo com os jornais da época. A cada episódio, um dos participantes era “demitido”, desclassificado. Ademais, a vencedora foi a gerente de criação e eventos Vivianne Ventura Brafmann, que foi atuar no setor de novos negócios da Wunderman.

Em 2005, nova temporada. Após alguns desacertos com eventuais patrocinadores, como resultado houve um adiamento de alguns meses na previsão inicial de estreia. De fato, pretendia-se o primeiro semestre, mas não foi possível. Uma vez mais, 16 participantes disputaram um cargo numa empresa de Justus. Depois que todos os possíveis demitidos o foram, o vencedor foi Fábio de Oliveira Porcel, contratado como gerente de contas da Dezbrasil.

Posteriormente, em 2006, a terceira temporada revelou ao final Anselmo Martini como o candidato que derrotou os 15 rivais. Dessa forma, seu prêmio foi um emprego na sede do Grupo Newcomm, em Nova York.

Um sócio para Justus em 2007

Para a quarta temporada de O Aprendiz, exibida em 2007, uma novidade. Em contraste com as anteriores, os candidatos selecionados para Aprendiz – O Sócio disputariam não “somente” um emprego, mas a condição de sócio de Roberto Justus num novo empreendimento. Em contrapartida, as provas do jogo tornaram-se mais exigentes. Tiago de Aguiar Pereira foi o vencedor, e a sociedade ocorreu na empresa DWA. Só que o milhão pago como prêmio até a temporada anterior foi aqui dividido em duas metades. Uma, incorporada ao capital da nova empresa, a saber, e a outra paga a Tiago a título de pró-labore.

Visto que agradou, a fórmula foi repetida em 2008, quando o vencedor foi o engenheiro Clodoaldo Araújo. No entanto, a premiação foi modificada. Clodoaldo ganhou R$ 1 milhão para si, ao passo que outro R$ 1 milhão foi convertido em suas cotas de sociedade na empresa Brainers.

Em 2009, Roberto Justus conduziu Aprendiz 6 – Universitário. Agora O Aprendiz recrutaria para o time do programa apenas candidatos ainda estudantes. Só para ilustrar, pela primeira vez o número de participantes não era de 16, mas sim 18. A vencedora foi a então estudante de Publicidade e Propaganda Marina Vasques de Oliveira Erthal. Como resultado, uma vaga de estágio na agência Young & Rubicam, com bolsa-auxílio de R$ 10 mil mensais, e R$ 1 milhão de prêmio.

Veja também: O Sétimo Guardião terá referência ao reality show O Aprendiz

A fase Doria de O Aprendiz

Em 2009, após a transferência de Roberto Justus da Record TV para o SBT, a emissora de Edir Macedo contratou João Doria Jr. para conduzir O Aprendiz. A primeira foi Aprendiz Universitário, em 2010.

A então estudante de Direito Samara Schuch Bueno foi a vencedora dentre os 16 participantes selecionados e mais de 125 mil inscritos para tentar uma vaga no programa. Ela ganhou um milhão de reais e um automóvel Fiat Palio Adventure Locker. Além de um emprego no setor de Eventos do Grupo Doria Associados.

Em 2011, Doria comandou outra temporada de O Aprendiz na Record TV. Todavia, desta vez o formato foi modificado e convertido em Aprendiz Empreendedor. Desta vez, o candidato vencedor não ganharia um emprego numa grande empresa, mas “apenas” um prêmio em dinheiro para empreender, fazendo jus ao título do show. Foi Janaina de Melo quem venceu essa temporada. Seu prêmio foi de R$ 1,5 milhão, além de um automóvel 0 km e um quadro de Romero Britto orçado em R$ 50 mil.

A volta de Roberto Justus, símbolo de O Aprendiz

Apesar de João Doria Jr. ter bastante experiência como apresentador de TV e ser empresário de sucesso, portanto, figura apta a conduzir O Aprendiz, com efeito, a cara do programa seguia sendo a de Roberto Justus. Assim sendo, em 2013 o publicitário estava de volta ao comando da atração. Além disso, em Aprendiz – O Retorno, todos os os 16 participantes selecionados haviam participado do programa anteriormente. Acima de tudo, Justus se afastou de O Aprendiz a fim de se aprimorar como apresentador. Com o fim de experimentar outros formatos, fez no SBT programas como Todos Contra Um, estreado por Silvio Santos.

Gerente de projetos, Renata Tolentino, da temporada de 2011, foi a vencedora. Ganhou R$ 1 milhão e um emprego na Grey Brasil, agência do Grupo Newcomm, cujo salário era de R$ 20 mil mensais na época.

Em 2014, na 10ª temporada, O Aprendiz reuniu famosos de várias áreas competindo por R$ 1 milhão. Aprendiz – Celebridades teve 22 episódios. Apresar de ter mais programas, durou apenas 11 semanas. Dos 15 participantes, a vencedora foi a ex-jogadora de vôlei Ana Moser. A saber, competiram com ela cantores como Kid Vinil e Nahim e atores como Pedro Nercessian, Mônica Carvalho e Alexia Dechamps. Além do prêmio, Ana Moser também teve direito a R$ 828 mil, como resultado de tarefas que foram cumpridas.

Últimos vídeos do Canal no YouTube