Apresentadora já comandou diversas atrações na telinha (Divulgação/SBT)
Apresentadora já comandou diversas atrações na telinha (Divulgação/SBT)

Nesta terça-feira, dia 6 de março, a apresentadora Mara Maravilha celebra 50 anos de idade. Espontânea e irreverente que só ela, a baiana que iniciou na carreira artística ainda criança, já comandou vários programas na televisão. Atualmente, ela segue como uma das âncoras do vespertino “Fofocalizando”, no SBT. Para comemorar essa data mais do que especial, relembre um pouco da trajetória da morena que já foi musa infantil e ícone gospel!

Leia mais:
Mara Maravilha comete gafe com Thammy Miranda

Artista foi descoberta por Silvio Santos na Bahia (Divulgação/SBT)
Artista foi descoberta por Silvio Santos na Bahia (Divulgação/SBT)

“Vamos Nessa”

Após ser descoberta ainda garotinha por Silvio Santos no comando de um programa na afiliada da Bahia, o “Clube do Mickey”, Mara Maravilha se mudou para São Paulo. Um dos primeiros projetos que ela comandou no SBT foi o “Vamos Nessa”. Na atração exibida no ano de 1984, a morena roubou a cena com seu jeito alegre, voz marcante e seu talento na frente das câmeras.

Baiana se destacou como apresentadora infantil nas décadas de 80 e 90 (Divulgação/SBT)
Baiana se destacou como apresentadora infantil nas décadas de 80 e 90 (Divulgação/SBT)

“Show Maravilha”

Depois de uma bem-sucedida passagem pelo júri do “Show de Calouros”, Mara finalmente ganhou um programa à sua altura no canal. No ar de 1987 até 1994, o infantil “Show Maravilha” disputava a audiência e a preferência das crianças com o “Xou da Xuxa”, da Globo. No comando do programa, Mara atingiu altos índices de audiência, exibiu desenhos que marcaram gerações e se destacou também no cenário musical. Seus discos venderam milhões de cópias, a artista ganhou uma infinidade de prêmios e ainda se tornou uma das apresentadoras mais queridas da molecada.

Evangélica, Mara também trabalhou na TV Record (Divulgação/Record)
Evangélica, Mara também trabalhou na TV Record (Divulgação/Record)

“Mundo Maravilha”

Após morar na Argentina e apresentar uma atração para o público do país, Mara retornou para a telinha brasileira em 1996. Na Record, comandou o “Mara Maravilha Show” que logo se transformou no “Mundo Maravilha”, exibido durante 2 anos. Neste projeto, a baiana mostrou o seu lado atriz ao interpretar diversas personagens que faziam parte do programa, como a Marinha vai com as outras e a Professora Maroca.

Semanal foi a primeira atração adulta da famosa na telinha (Divulgação/Record)
Semanal foi a primeira atração adulta da famosa na telinha (Divulgação/Record)

“A Noite É Nossa”

Com uma carreira bem-sucedida no Brasil e no exterior como apresentadora infantil, Mara Maravilha decidiu alçar novos voos profissionais. Evangélica, a famosa foi escolhida em 2002 pela emissora do bispo Edir Macedo para estar à frente do semanal “A Noite É Nossa”. No programa de entrevistas que era exibido nas noites de sábado, ela recebia convidados, comandava musicais e reportagens externas. A atração não atingiu a audiência esperada pela Record e durou apenas alguns meses.

Apresentadora comandou programa musical na Record (Divulgação/Record)
Apresentadora comandou programa musical na Record (Divulgação/Record)

“Gospel Line”

Antes de voltar aos holofotes no reality “A Fazenda” e depois assinar com o SBT para integrar o time do “Fofocalizando”, Mara também apresentou o “Gospel Line”, tradicional projeto da Record que divulgava os mais populares cantores evangélicos do momento. A baiana comandou a atração em 2006 e além de receber artistas, também soltava a voz com seus próprios louvores no palco.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor coloque seu nome aqui