Brega & Chique

Exibida de abril a novembro de 1987 às 19h pela Rede Globo, a novela Brega & Chique, de Cassiano Gabus Mendes, voltará a ser exibida, desta vez pelo Canal Viva, a partir de agosto. Será a substituta de Sinhá-Moça (1986), de Benedito Ruy Barbosa com base no romance de Maria Dezonne Pacheco Fernandes, atualmente no ar às 14h30.

A informação foi dada pela jornalista Cristina Padiglione, em seu site TelePadi, e é oficial da parte do canal. Desde janeiro de 1990, quando chegou ao fim a primeira e única reprise (até aqui), no Vale a Pena Ver de Novo, a novela não voltou ao ar a não ser em quadros do Vídeo Show como o “Novelão”.

Brega & Chique conta a história de duas mulheres cujas vidas são unidas pelo mesmo homem, que se relaciona com as duas. Rafaela (Marília Pêra) é a esposa oficial do empresário Herbert Alvaray (Jorge Dória), com quem tem três filhos e vive no luxo e no conforto. Só que ele leva uma vida dupla, e com o nome de Mário Francis tem um relacionamento paralelo com Rosemere (Glória Menezes), mãe de sua filha Márcia (Fabiane Rocha). Isso não é segredo para seu homem de confiança, Montenegro (Marco Nanini), que ama Rafaela em segredo.

Há sete anos, Globo lançava a segunda versão de Ti Ti Ti

Herbert simula a própria morte para evitar a falência de suas empresas e com isso deixa Rafaela e os filhos – Tamires (Cristina Mullins), Ana Cláudia (Patrícia Pillar) e Teddy (Tarcísio Filho) – na miséria, e eles precisam se mudar de sua mansão chique nos Jardins para a fictícia Vila Custódia, um bairro periférico onde mora Rosemere, que melhora sua condição ao receber uma pequena fortuna de Mário.

Os conflitos se aceleram quando Herbert/Mário reaparece (agora personificado em Raul Cortez), após uma cirurgia plástica revolucionária, e volta a se envolver com as duas mulheres.

Fez história a abertura ao som de “Pelado”, do Ultraje a Rigor, com o ator e modelo Vinícius Manne desfilando pela tela com o traseiro de fora. Também merecem destaque no elenco as presenças de Dênis Carvalho, Célia Biar, Cássio Gabus Mendes, Patrícia Travassos, Cássia Kiss, Marcos Paulo, Hélio Souto, Tato Gabus Mendes, Fábio Sabag, Paulo César Grande, José Augusto Branco, Percy Aires, Neuza Amaral, Bárbara Fazio e Suzy Camacho. A direção geral é de Jorge Fernando.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor coloque seu nome aqui