Carla Perez lançava seu Canta e Dança Minha Gente há 18 anos

Carla Perez no Canta e Dança Minha Gente
Carla Perez no Canta e Dança Minha Gente (divulgação)

No dia 14 de novembro de 1999, entrava no ar o programa musical Canta e Dança Minha Gente, comandado por Carla Perez nas tardes de domingo do SBT. A atração tinha como proposta levar uma discoteca para a sala de TV do espectador, com uma plateia que requebrava ao som dos convidados musicais do programa. Além dos números musicais, Canta e Dança Minha Gente premiava os melhores dançarinos do dia.

Canta e Dança Minha Gente foi o segundo programa da trajetória de Carla Perez como apresentadora do SBT. Antes disso, a ex-bailarina do É o Tchan comandou uma versão do game Fantasia, também nas tardes de domingo. Carla foi contratada pelo canal de Silvio Santos após deixar o É o Tchan e expor sua vontade de ser apresentadora de televisão. A ideia da dançarina era comandar um programa infantil e, no auge de sua popularidade no É o Tchan, teve seu passe disputado por três emissoras, e o SBT levou a melhor.

Embora Carla desejasse um programa infantil, o SBT a queria no comando de um programa de variedades adulto. O primeiro projeto anunciado para a loira era uma nova versão do programa Alô Christina, ou seja, uma mistura de programa de entrevistas e game show. O projeto foi anunciado inicialmente com o nome Alô Carla Perez e, mais adiante, Carla Perez do Brasil, e a ideia era exibir a nova atração nas noites de sábado. Porém, após muitos meses de preparação e até a gravação de algumas matérias, este projeto foi engavetado sem maiores explicações.


Surgiu assim o Fantasia, game que já havia tido uma boa trajetória exibido nas tardes de segunda a sábado do SBT, e que estava fora do ar em meados de 1998. De surpresa, a emissora colocou no ar chamadas anunciando o retorno do game, desta vez nas tardes de domingo e rebatizado como Fantasia com Carla Perez. Na primeira edição, o Fantasia de Carla seguiu basicamente o mesmo formato da versão anterior do programa, mas, nos domingos seguintes, o programa ganhou um auditório e passou a mesclar os games com outras atrações.

Na época do Fantasia, ficaram famosas as gafes de Carla, que comandava o programa ao vivo. Num jogo em que o espectador precisava adivinhar as letras de uma palavra, quando um jogador pediu a letra “i”, Carla lançou a antológica pergunta: “i de iscola?”. O deslize repercutiu bastante.

Fantasia foi cancelado em meados de 1999, e alguns meses depois surgiu o Canta e Dança Minha Gente. A ideia era aproveitar Carla numa atração que tivesse mais a cara dela, explorando seu lado de dançarina. Assim, com cenário em formato de danceteria e uma plateia que se espalhava por todo o ambiente, Carla chamava seus convidados musicais, que colocavam todos para dançar. As principais atrações do Canta e Dança eram os grupos de axé e pagode, que faziam muito sucesso na época. Enquanto o convidado cantava, todos dançavam, inclusive Carla, enquanto as câmeras passeavam pelos glúteos de algumas moçoilas. Tardes de domingo dos anos 1990…

Ao final do programa, Carla aparecia visivelmente cansada de tanto dançar. No último bloco, ela ainda tinha fôlego para anunciar os melhores dançarinos do dia. A apresentadora chamava os finalistas, que se apresentava sozinhos, e depois anunciava os vencedores do dia.

Canta e Dança Minha Gente seguiu a sua vidinha nas tardes de domingo até setembro de 2001, quando migrou para o final das tardes de sábado. A atração passou a ser parte do SábadoBom, uma faixa de programação da emissora que incluía também o Programa Livre, com Babi Xavier, e o Curtindo uma Viagem, com Celso Portiolli. Pouco tempo após a mudança de dia, Carla deixou a atração em razão de sua licença-maternidade, e foi substituída por Babi, que comandou o programa até a sua extinção, no final daquele mesmo ano. Depois disso, Carla deixou o SBT e se dedicou à carreira de cantora infantil. Ela voltou ao posto de apresentadora anos depois, na TV Aratu, na Bahia, onde comandou o infantil Clube da Alegria.

Leia também:

Há 36 anos, terminava a primeira versão de Ciranda de Pedra

Reveja trechos do programa Canta e Dança Minha Gente: