Protagonistas de Alta Estacao
Protagonistas de Alta Estação (divulgação)

No dia 17 de outubro de 2006, a Record lançava a novela juvenil Alta Estação. Escrita por Margareth Boury, a trama lançava um novo horário de novelas da emissora, às 18 horas, com uma tentativa de fazer um produto semelhante à Malhação, da Globo. Com Alta Estação, a Record passava a exibir três novelas inéditas simultaneamente, já que contava também com as faixas das 19h30 e 20h30 para exibição de folhetins.

Alta Estação estreava bastante inspirada em Friends e Felicity. Da comédia, trazia o núcleo central, mostrando o convívio de seis jovens protagonistas. E do drama juvenil, Alta Estação aproveitava o ponto de partida e, tal qual Felicity (Keri Russel), a protagonista Bárbara (Ariela Massotti) saía de sua cidade natal para ingressar numa faculdade seguindo seu grande amor, Eduardo (Daniel Aguiar).

Bárbara vivia em Diamantina com os pais, Olavo (Roberto Pirillo) e Bianca (Eliete Cigarini). Terminando o Ensino Médio e apaixonada por Eduardo, ela descobre que o moço é do Rio de Janeiro e decide se mudar para estudar lá, a contragosto dos pais, que queriam que ela permanecesse em Diamantina. Mesmo sem o apoio de Olavo e Bianca, Bárbara se muda, e passará a viver as típicas dificuldades do final da adolescência e início da vida adulta.

Chegando no Rio, Bárbara consegue uma vaga no apartamento de Renata (Andreia Horta), onde já mora Flávia (Lana Rodes). Renata é toda certinha e tem mania de limpeza e organização, enquanto Flávia é descolada, um tanto avoada, e adepta da vida livre. As três se dão muito bem e se tornam amigas. Na faculdade, Bárbara conhece Ricardo (Vergniaud Mendes), um aluno veterano que mostra à caloura a instituição. Logo que conhece Bárbara, Ricardo se apaixona por ela. Ele divide um apartamento com o engraçado Caio (Guilherme Boury), e Eduardo também passa a morar com eles.

Ainda apaixonada por Eduardo, Bárbara percebe, logo de cara, que não é correspondida. O moço, na verdade, namora Taíssa (Nathalia Rodrigues), para desgosto de Bárbara. Desiludida, Bárbara sofre, mas, aos poucos, começa a se envolver com Ricardo. E, quando ela e Ricardo finalmente engatam uma relação, Eduardo percebe que pode estar gostando dela, dando início a um triângulo amoroso.

Alta Estação não tinha uma trama fechada, e se desenvolvia basicamente contando o cotidiano destes amigos na faculdade. Bárbara, Renata, Flávia, Caio, Eduardo e Ricardo se tornam grandes amigos e, juntos, vivem aventuras, se divertem, ri e choram juntos. Quando não estão na faculdade, eles se encontram no Jony’s Bar, que pertence ao divertido Zen (Fábio Lago). Era uma trama leve e divertida, que adotava uma linguagem bem próxima do jovem adulto. A ideia era que, a partir da saga de Bárbara, Alta Estação focasse no encontro e desencontro de jovens, seguindo os quatro anos de estudos da mocinha.

Assim, Alta Estação abusava da linguagem cotidiana e do humor leve para mostrar a vida de seus simpáticos personagens. Além dos seis protagonistas, a trama tinha ainda a presença de seus amigos, como JP (Maurício Ribeiro), que acaba se apaixonando por Flávia, mas é constantemente desprezado por ela; e também Raíssa (Débora Gomez) e Clara (Larissa Machado), entre outros. A trama também trazia histórias com “adultos”, como o divertido romance entre Lalá (Cláudia Alencar), mãe de Flávia, e Gustavo (João Vitti), tio de Eduardo. No decorrer da obra, Bárbara e Ricardo acabam se acertando, enquanto Renata e Caio engatam uma relação inusitada, passando a viver todo tipo de situação para tentar esconder o romance dos amigos. Renata e Caio, então, acabam formando o casal mais simpático e divertido da história.

No entanto, insatisfeita com os índices de audiência iniciais da trama, que girava em torno dos 6 pontos no Ibope, a Record tratou de mudar o horário de Alta Estação, que saltou para a faixa das 19 horas. A autora Margareth Boury, então, se viu obrigada a dialogar com um novo público, e tratou de injetar mais ação na história, deixando-a bem estranha. De repente, Olavo, o pai de Bárbara, se revela um bandido, que passa a perseguir Pepeu (Felipe Cardoso), irmão de JP. Assim, os seis amigos passam a ser constantemente perseguidos, sequestrados e envolvidos em todo tipo de trama bandida. Foi uma fase bem ruim de uma história que havia começado muito bem.

Como a fase com “ação” de Alta Estação não funcionou, a trama acabou voltando ao horário inicial, e a saga policial foi abolida do enredo, que retornou ao cotidiano da faculdade. Para marcar uma nova fase que se iniciava, o Jony’s Bar é reformado e se torna E Aí?, o novo point dos estudantes. E Aí?, vale lembrar, foi o primeiro nome considerado para batizar a trama, mas o título foi descartado. A partir deste retorno às origens, a autora Margareth Boury se preparava para encerrar a primeira temporada, e entregaria a redação final do programa a um novo autor, que seguiria com ela (como a Globo costumava fazer com Malhação na época em que a trama tinha cenário fixo). Entretanto, de última hora, a direção da Record desistiu de Alta Estação, obrigando Margareth a, bruscamente, encerrar a história. Foi substituída pela novela latina Zorro – A Espada e Rosa.

Alta Estação contava com uma produção caprichada e um elenco bastante eficiente, com destaque a Lana Rodes, ótima como Flávia, e o casal formado por Guilherme Boury e Andreia Horta. Esta última, aliás, começava ali uma bem-sucedida carreira na TV, tendo emplacado, depois, papéis de destaque, como na série Alice, da HBO, e na novela Chamas da Vida, da Record, até chegar à Globo em Cordel Encantado. Outro destaque era a trilha sonora, que contava com muitas bandas e artistas alternativos, como Alapada na abertura, além de Banda Vega, Vania Abreu, Karla Sabah e Cachorro Grande, e também Margareth Menezes, Blitz e tantos outros. Rodrigo Hilbert chegou a ser anunciado como o protagonista Eduardo, mas o ator acabou desistindo da produção, e o papel foi entregue a Daniel Aguiar, que, na época, fazia sucesso como modelo.

Escrita por Margareth Boury, com colaboração de Renata Dias Gomes, Ingrid Zavarezzi, Ana Jansen e Claudio Simões, e com direção-geral de João Camargo, Alta Estação foi uma boa ideia da Record, que acabou não dando certo em razão dos erros da própria emissora, uma pena! Teve 162 capítulos.

Leia também:

O Profeta estreava há 11 anos

Veja um trailer com cenas de Alta Estação:

Conheça nosso canal no YouTube