Chocolate com Pimenta estreava há 14 anos

Chocolate com Pimenta
Ana Francisca (Mariana Ximenes) e Danilo (Murilo Benício) em Chocolate com Pimenta (divulgação)

No dia 08 de setembro de 2003, a Globo lançava na faixa das seis da tarde a novela Chocolate com Pimenta. Uma das novelas mais bem-sucedidas do horário, a trama consagraria, em definitivo, seu autor Walcyr Carrasco, além de ser a primeira trama protagonizada pela atriz Mariana Ximenes, com quem o novelista já tinha uma parceria antiga. O diretor era Jorge Fernando.

Livremente inspirada na opereta A Viúva Alegre, Chocolate com Pimenta girava em torno de Ana Francisca (Mariana Ximenes). Depois da morte do pai, a mocinha vai morar com sua avó Carmen (Laura Cardoso) num sítio próximo à pequena cidade de Ventura. Ali, ela passa a viver com os primos Márcia (Drica Moraes) e Timóteo (Marcello Novaes), o tio Margarido (Osmar Prado) e a amiga Dália (Carla Daniel), além de se tornar uma estudante em Ventura.

Na escola, porém, Aninha é rejeitada pelas colegas, que a acham feia e desengonçada. Quando a menina desperta o interesse de Danilo (Murilo Benício), o mais popular jovem da cidade, sua então namorada Olga (Priscila Fantin) arma um plano para desmoralizar Aninha. No baile de formatura, a malvadinha joga um balde de tinta verde na cabeça de Ana, que vê toda a cidade de Ventura rindo dela. Constrangida, ela encontra consolo com seu amigo Ludovico (Ary Fontoura), que ela pensa ser o faxineiro da fábrica de chocolates Bombom, onde trabalha, mas acaba descobrindo que ele é o dono do lugar. Ludovico, comovido com a amizade sincera de Aninha, propõe um casamento fraterno a ela quando descobre que Aninha espera um filho de Danilo. Ela aceita e os dois se mudam, juntos, para a Argentina.


Sete anos depois, Ludovico morre, e Aninha, agora uma mulher rica e refinada, decide retornar a Ventura. A ideia da jovem é se vingar de todos os moradores do lugar, que a ridicularizaram no passado. Assim, ela volta poderosa à cidade e avisa a todos que irá fechar a fábrica de chocolates. Como a cidade depende da fábrica, todos os cidadãos de Ventura ficam desesperados com a notícia. E é aí que Jezebel (Elizabeth Savalla), a malvada irmã de Ludovico, se une ao prefeito Vivaldo (Fúlvio Stefanini), ao delegado Terêncio (Ernani Moraes) e ao banqueiro Conde Klaus (Cláudio Correia e Castro) para planejar um modo de fazer Aninha desistir de seus planos. E o plano da trupe é, justamente, fazer Aninha se casar novamente, aproximando-a de Danilo. O problema é que Aninha e Danilo, embora ainda sejam apaixonados, não se suportam mais, já que ela acredita que ele a abandonou, e ele não sabe disso.

Divertida comédia romântica, Chocolate com Pimenta resume bem o estilo do autor Walcyr Carrasco, que emplacou uma fórmula imbatível no horário das seis. O novelista repetiria a comédia infanto-juvenil de época, com muito pastelão e romances, que fez em sua primeira novela na Globo, O Cravo e a Rosa, um sucesso do ano 2000. Com uma galeria de personagens adoráveis, que mantinham o público sempre interessado na novela, Chocolate com Pimenta marcou uma época e deixou saudades.

Entre os destaques da trama estavam a engraçada família de Aninha, como sua prima Márcia, que era amante do prefeito Vivaldo e sonhava em se casar com um homem rico. Trabalhando em seu salão de beleza, a manicura não cansava de repetir que “era a dona e proprietária do salão”, além de sempre disparar um engraçado “eu sô chique, bein!”. Outro personagem hilário era o banqueiro Conde Klaus que, pão-duro como ele só, fazia racionamento de comida em casa, e costumava colocar os pratos do jantar numa gaveta sempre que chegava visita. Eram hilários seus gritos com Matilde (Hilda Rebello), a governanta de sua casa que era apaixonada por ele: “quem gosta de velho é reumatismo!”, ralhava ele, fazendo Matilde chorar.

Com deliciosas cenas de chocolate sendo preparado e muitas brigas com guerras de bolo e tortas na cara, Chocolate com Pimenta foi um grande sucesso, com média geral de 35,4 pontos no Ibope, tornando-se a segunda novela das 18h de maior audiência da década de 2000. Foi superada apenas por Alma Gêmea, também escrita por Walcyr Carrasco e dirigida por Jorge Fernando, em 2005.

Chocolate com Pimenta foi reapresentada duas vezes no Vale a Pena Ver de Novo: entre 24 de julho de 2006 e 26 de janeiro de 2007, em 135 capítulos; e entre 12 de março e 21 de setembro de 2012, em 140 capítulos. As duas reprises também fizeram muito sucesso.

Leia também:

Quem Pode Mais?, com Daniella Cicarelli, chegava ao fim há nove anos

Veja uma divertida cena de Chocolate com Pimenta: