Tati Quebra Barraco procura polícia após receber ofensas raciais na internet

Tati Quebra Barraco procura polícia após receber ofensas raciais na internet
Tati Quebra Barraco presta queixa depois de sofrer racismo nas redes sociais (Divulgação/ Fox Life)

Após receber comentários racistas nas redes sociais, Tati Quebra Barraco resolveu prestar queixa nesta terça-feira (10), na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), no Rio de Janeiro.

A onda de ataques preconceituosos começou depois que a funkeira perdeu o filho, Yuri, de 19 anos, que morreu após de ser baleado durante uma ação da polícia na Cidade de Deus, comunidade carioca.

“Quero que eles sejam punidos severamente pelos seus atos. Não podemos apelidar o racismo que as pessoas sofrem nas redes sociais como injúria racial. Racismo é crime e não deve ser aceito por nenhum de nós”, afirmou Tati ao site Ego.