Antônia Fontenelle diz que amigos do filho aconselharam aborto: “Ele ficou muito assustado”

Antonia Fontenelle sensualiza de maiô e afirma: “A minha alma está armada”
Antonia Fontenelle posou de maiô nas Bahamas (Divulgação)

Antônia Fontenelle, que deu à luz recentemente, está prestes a se tornar avó. A atriz falou das duas novas experiências em entrevista ao site Ego.

“Quando meu neto nascer, Salvatore [seu bebê] estará com 5 meses”, disse ela, que falou da relação com a nora, Tabil: “Eu estou ‘a’ chata com ela. Pergunto sempre se está se alimentando, peço para não carregar peso… Ela passa muito mal com enjoos, então fico muito preocupada. Falo que não queria ter uma sogra como eu (…). Vou ser aquelas avós bem babonas. Sou doida pelo Samuel e o Jonathan está superfeliz porque diz que vai ser o avô mais novo da história (risos). A ficha não caiu. Eu sei que ela está grávida, que meu filho vai ser pai, mas a ficha não caiu”.

Evaristo Costa é chamado de Tio Chico por apresentar Jornal Hoje com olheiras


A ex-Record comentou que o filho, Samuel, foi aconselhado a falar para a namorada abortar. “Ele ficou muito assustado porque vários amigos aconselharam eles a abortar, mas eu falei que nem pensar. Botei logo os dois para morar juntos mesmo com tão pouco tempo de namoro. Eu fiquei com muita pena de eles irem morar juntos só com dois meses de namoro, mas só assim vão aprender, não tem outro jeito. Eu fico cuidando, mas ainda assim são os dois juntos em uma casa e ele não tem a mordomia que tinha quando estava comigo”, comentou.

Ela disse que a vida do herdeiro mudou completamente. “A vida dele virou de cabeça para baixo mesmo. Ele chegou lá em casa um dia e eu estava amamentando e chorando porque estava com muita dor. Ele falou: ‘Mãe, com toda mulher é assim?’. Eu disse que é. Aí ele: ‘Eu fiz isso com você também quando era pequeno?’. Eu falei: ‘Fez pior, doía muito mais’. Aí ele: ‘E não tem como dar leite comum para não sofrer?’. Daí eu disse que não e que ele não deveria fazer isso com o filho dele, que tinha que incentivar a mulher dele a amamentar. Então é muita coisa para a cabeça de uma pessoa que só vivia no quarto ouvindo música. Francamente, eu fico pensando como vai ser isso. De cara sei que nos primeiros meses preciso colocar uma babá para ajudá-los por mim. Porque não rola deixar eles sozinhos, eles vão ficar muito cansados, vão querer dormir, então é por mim, para eu ficar tranquila”, desabafou.