Rebeca Gusmão revela em livro: “Me machucava com objetos”

Rebeca Gusmão
Rebeca Gusmão

Rebeca Gusmão por diversas vezes revelou os momentos tenebrosos que viveu após ser acusada de doping em 2007. A nadadora que, tentou se matar duas vezes, contou no seu livro que antes das tentativas de suicídio se machucava com objetos.

“O estado depressivo também fazia com que eu me agredisse fisicamente, na tentativa de substituir uma dor por outra. Eu me machucava com a unha, com instrumentos, com objetos, com o que quer que fosse. Escolhia braços, coxas, pescoço e o peito como alvos”, escreveu.

A ex-atleta revelou ainda que ingeria uma garrafa de vodca por dia e tomava muitos medicamentos. “Só repetia: ‘Meu Deus, por favor, me leva daqui. Eu não aguento mais sentir dor assim’”, relata.


Três anos após a depressão, Rebeca vê o nascimento do filho, Zeus, como uma grande superação. “Sei que a partir de agora tudo vai ser diferente. Pois existe um ser que depende de mim. Mas a verdade é que eu sempre fui movida a desafios, pelo desconhecido (…) Ao lado da cama dele, reservei um lugar especial para o meu baú de medalhas e, em todas as noites, em vez de ler livros de fábulas e contos de infantis, contarei a história por trás de cada prêmio que conquistei. Não poderia haver medalha, recorde, premiação mais vaiolsa que esse presente que Deus me deu”.