Cauã Reymond comenta sobre eutanásia: “As pessoas deveriam ter o direito de decidir morrer”

Cauã Reymond comentou sobre a eutanásia
Cauã Reymond

Cauã Reymond dará vida a um personagem polêmico na série Justiça, que estreia no próximo dia 22. Maurício, vivido pelo ator, acaba matando a esposa Beatriz (Marjorie Estiano) a pedido dela, depois de sofrer um acidente que a deixa tetraplégica.

Em entrevista ao jornalista Daniel Castro, Cauã Reymond comentou sobre a eutanásia, tema que será bastante discutido na trama. “As pessoas deveriam ter o direito de decidir morrer. É a minha opinião, mas eu sou a favor de sempre estar dentro da lei”, diz o galão.

“Poderá propor uma forma diferente de encarar a eutanásia. Se a minissérie fizer a gente repensar a lei, faz sentido, sim, abordar o tema. Sou a favor da lei, mas também sou a favor da pessoa fazer o que quiser. Cada um tem consciência do que quer para si, principalmente quando está lúcido”, continuou.


Cauã Reymond revela que não gostaria de estar na pele do personagem. “Voltei para casa muito mexido após a gravação das sequências mais fortes com a Marjorie, no hospital, com a questão da eutanásia. Isso me trouxe um questionamento interno que nenhuma preparação traz ao ator”, afirmou.