“Tomei drogas três anos” conta Maitê Proença

Maitê Proença drogas

Maitê Proença, atualmente no ar como a personagem Dionísia em Liberdade, Liberdade, novela das 23 horas, na Globo, estampa a capa da revista Rolling Stone e conta em entrevista detalhes sobre sua experiência com drogas.

A atriz de 58 anos assume que usou drogas durante bastante tempo de sua vida. “Tomei drogas de expansão de consciência, todas essas coisas… Mas não tomei como as pessoas tomam, duas vezes na vida. Eu tomei três anos, quatro vezes por semana.”

Polêmica, Maitê Proença também comentou sobre sua relação com a mídia e a fama. Segundo a atriz, se ela soubesse que ser atriz traria tanta exposição e falta de privacidade, ela teria escolhido outra carreira.


“O que tem de chato hoje é que você está muito exposto. Se eu soubesse que isso iria acontecer, não teria escolhido uma vida pública. Sou muito reservada. E muito desagradável pra mim. Eu preciso viajar para virar a Maria da Silva, para cair na real de vez em quando. Você tem muitas facilidades, essa parte é confortável, ótima. Porém, é muito chato as pessoas sempre terem uma expectativa em relação a você, uma lista de coisas que atribuem a você. Você sai na rua e sorri o dia inteiro. Bota uma primeira e vai até 22h da noite no rararará. E tem um bando de covardes sem cara na internet, com um poder perigoso na mão. Terrível”, lamenta.