Alessandra Maestrini

No programa Morning Show, da rádio Jovem Pan desta terça-feira (24), a atriz, cantora e compositora Alessandra Maestrini fez duras críticas ao governo Dilma Rousseff e revelou ter presenciado diferentes formas de censura.

“Amigos meus faziam programas de comédia e foram demitidos por falar sobre política, gente do governo ligava e mandava cancelar o programa. Aconteceu com as três maiores emissoras do País. Eles ameaçavam tirar os patrocínios”, revelou Alessandra Maestrini.

Sobre o processo de impeachment, a Bozena de Toma Lá Dá Cá se posicionou a favor da decisão: “Não foi golpe. Acredito que nos livramos de virar uma Venezuela”.


Durante a entrevista, Alessandra também falou sobre a Lei Rouanet, a polêmica entre ela e José de Abreu, no Twitter e sobre sua bissexualidade.

“Eu não gasto mais energia perdendo tempo sendo que eu não sou”, declarou Alessandra, referente à sua entrevista para a revista Caras, em que assume ser bissexual.

“Fui ameaçada por uma pessoa com uma tesoura”, revela Daniela Mercury

A atriz está em cartaz, no Teatro Porto Seguro, em São Paulo, até o dia 31 de maio às 21h com o espetáculo “Yentl em Concerto”, apresentação em formato stand up com música.