“Eu era viciada na sensação de ter um homem na minha cama”, revela Andressa Urach


Um ano após viver um drama que poderia ter tirado sua vida por causa do uso de hidrogel em seu corpo, Andressa Urach segue tentando mudar vidas através de seu exemplo e falou ao site F5 de sua nova rotina.

“Vou fazer o quê em shows e baladas, onde vai ter gente bebendo as bebidas que eu gostava, fumando cigarro, que eu também gostava, homens bonitos me paquerando e eu vou ter que dizer não, porque hoje eu sei que o que eles querem comigo não é o mesmo que eu quero?”, falou a contratada da Record.

Andressa também disse que somente voltará a se relacionar com homens aos 30 anos, ou seja, ainda faltam três: “Eu era viciada na sensação de ter um homem na minha cama. Foi difícil no começo, porque eu tinha essa obsessão de ter alguém o tempo todo. Depois descobri que isso era um vazio espiritual. Foram quase 2.000 homens, é um número muito alto”.


BOA NOTÍCIA! -> Após sofrer AVC durante matéria, Lenize Krauss volta ao Cidade Alerta 

A ex-A Fazenda também comentou o fato de muitos não acreditarem em sua mudança. “As pessoas sabem que eu mudei e continuam me convidando para sair e viajar. Tem gente que não acredita na minha mudança, dizem não vai durar, que daqui a pouco eu volto. Entendo essas pessoas, talvez eu mesma no passado também não acreditaria se me dissessem que eu estaria assim. (…) Eu oro para que, se eu não resistir às tentações, Deus me leve”, completou.

Morri Para ViverAs confissões surpreendentes de uma das personalidades da mídia que se tornou conhecida no Brasil por suas polêmicas. A insana obsessão por dinheiro e sucesso, a rotina no bordel onde construiu seu nome de guerra e os bastidores da vida de Andressa Urach. Está tudo descrito em Morri Para Viver, CLIQUE AQUI e compre o seu!