Marlene e Evelina, de A Dona do Pedaço
Marlene (Suely Franco) e Evelina (Nivea Maria), de A Dona do Pedaço (Reprodução)

No ar como a Marlene de A Dona do Pedaço, Suely Franco falou em entrevista ao Observatório da Televisão sobre o enredo das 21h de Walcyr Carrasco, o envolvimento da personagem com Antero (Ary Fontoura) e a rivalidade com Evelina (Nivea Maria).

“Me surpreendeu muito essa personagem, atiça o público. Todo mundo fala com muito carinho. Tenho escutado que tenho que dar uma surra na Evelina, colocar um dos vestidos antigos para o Antero ver, que aí ele vai lembrar de mim”, contou a estrela.

A artista declarou que também quer ver sua personagem tendo um final feliz. “Estou esperando ficar com Antero, mas o Walcyr tem umas coisas que ele muda tanto que não sei o que pode acontecer. De repente cada uma fica com um e ele sozinho”, cogitou a veterana.

Franco ainda elogiou a sintonia do elenco da novela. “Se ver uma gravação, a gente não para de rir. Não tem ninguém chato, ninguém enjoado. A minha parceria com Ary é desde 1974, quando foi a primeira vez que a gente trabalhou junto. Já viajei para Portugal fazendo peça com ele, já casei em novela, a gente se gosta muito”, garantiu.

Com relação ao fato do enredo explorar a sexualidade na terceira idade, a atriz analisou que as coisas estão diferentes de quando ela era mais nova. “Minha mãe com 40 anos se sentia velha. Hoje com 60 estão na capa de revistas, mostrando as pernas, garotonas. Se vocês vão na academia, encontram várias”, exemplificou.

Vida pessoal

Sobre a tecnologia, Suely revelou não estar nas redes sociais. “Agora que eu descobri que tem uma pessoa que diz que sou eu e põe coisa no Instagram. Eu não tenho. Cada vez estou ficando mais atrasada. Estou esperando acabar a novela e pegar um professor pra me ensinar”, falou a famosa.

A artista confidenciou que já teve um grande amor no passado e que não é contra a possibilidade no futuro. “O que acontecer, estamos aí. Mas eu custo a me apaixonar, sou muito exigente. Preciso de encontro de atitudes, ter admiração. Primeiro amizade, depois o resto”, destacou.

Aos 80 anos, Suely diz que o segredo para chegar bem na idade é não ligar para a opinião dos outros. “Sofria bullying na escola. Como não ligava, a coisa acabava. Não me sentia ferida por aquilo. Sempre tive isso de não me chatear com as coisas. Problema de quem fez isso, vamos em frente. E sempre gostei muito de fazer as pessoas se divertirem. Isso pra mim é muito gostoso”, concluiu.

(entrevista realizada pelo jornalista André Romano)

Últimos vídeos do Canal no YouTube