Érica (Nanda Costa) de Amor de Mãe
Érica (Nanda Costa) de Amor de Mãe (Divulgação/TV Globo)

Em Amor de Mãe, trama das 21h de Manuela Dias que estreia no próximo dia 25, Nanda Costa será Érica, filha de Lurdes (Regina Casé) que se apaixona por Raul (Murilo Benício) e que inicia um romance com o empresário após ele deixar a esposa, Lídia (Malu Galli).

Em entrevista ao Observatório da Televisão, Nanda falou sobre o novo trabalho e também da parceria com os colegas de cena. “Érica é uma menina leve, determinada, focada, muito boa no que faz. É boa filha, irmã, amiga, sempre tem uma coisa legal pra falar. ‘Viver e não tem a vergonha de ser feliz’. É maquiadora, cabeleireira, vai se apaixonar pelo Raul e vão viver uma história que não sei até onde vai”, declarou a atriz.

A artista destacou que a positividade será uma das marcas da personagem. “Às vezes acontece uma coisa e ela fica chateada, fica triste, claro, chora, mas não é uma pessoa que fica sofrendo, não arrasta um sofrimento”, analisou, afirmando ter essa característica.

Cada vez mais. Com o passar do tempo a gente vê como a vida é curta, como passa num piscar de olhos e não posso mais gastar minha saúde e meu tempo com sofrimento. Então busco coisas que me alegram, nem que seja botar uma música, ligar para um amigo. Não fico estendendo muito. Acho que é maturidade talvez”, refletiu.

Elenco

Com relação ao elenco, a artista foi só elogios. “Thiago Martins é meu irmão da vida. Uma alegria saber que tem ele, a gente se adora muito. A Jéssica Ellen é de uma potência, uma atriz com tanta verdade, é tão lindo vê-la trabalhando, contracenar com ela”, apontou.

“Regina [Casé] é gênia, uma atriz esplêndida, pra mim é uma honra. Juliano Cazarré também, que eu já tinha trabalhado em Febre do Rato. Murilo Benício é um parceiro que eu só tenho que agradecer, um ator superexperiente, ele joga junto. Tudo fica mais fácil quando a gente trabalha com quem a gente admira”, afirmou.

Sobre os embates da cabeleireira com Lídia, Costa destaca que nada de errado foi feito. “Ela não ficou com ele enquanto ele estava casado. Às vezes o casamento podia não estar muito bom. Acho que se ela levar, ela devolve”, garantiu.

Com relação à preparação para o trabalho, Nanda disse que estava gravando a série Segunda Chamada na época das primeiras reuniões, mas que o texto de Manuela Dias deixa tudo muito claro. “Os personagens são muito bem desenhados. E quando você tem um elenco incrível, isso só melhora”, elogiou.

Mãe

Questionada sobre o que a faz lembrar da mãe, Costa revelou que sua mãe era adolescente quando engravidou. “Aos 16 anos me criou com a ajuda dos meus avós, que foram muito presentes. Eu aprendi em casa que o mais importante no mundo é o amor”, revelou.

“A religião na minha família sempre foi o amor. Não adianta pregar uma coisa e fazer outra. Isso que eu aprendi e acho que é a coisa mais valiosa que eu tenho. Só consigo ser a pessoa que eu sou hoje por causa da educação e criação que eu tive”, concluiu Nanda.

*Entrevista concedida ao jornalista André Romano

Últimos vídeos do Canal no YouTube