Salcy Lima, a nova titular do Fala Brasil: formada em Comércio Exterior, toca piano, já foi miss e está na Record TV em SP desde 2014 (Antonio Chahestian/Divulgação Record TV)
Salcy Lima, a nova titular do Fala Brasil: formada em Comércio Exterior, toca piano, já foi miss e está na Record TV em SP desde 2014 (Antonio Chahestian/Divulgação Record TV)

Quando seu nome foi confirmado pela Record TV para assumir a titularidade do Fala Brasil a partir da última segunda-feira (14), o nome de Salcy Lima foi celebrado pela maioria dos telespectadores e internautas. Afinal, Salcy já era um nome conhecido da emissora paulista e já havia feito o telejornal inúmeras vezes desde que chegou em São Paulo, em 2014.

Mesmo “de casa”, ter a chancela da titularidade lhe orgulha bastante. “Eu acredito que o convite para assumir a apresentação do Fala Brasil chegou no momento certo da minha vida”, afirmou ela em entrevista exclusiva ao Observatório da Televisão. A primeira desde que assumiu o telejornal matinal.

A sua parceira é a veterana Roberta Piza, que completou uma década de Fala Brasil neste ano de 2019. Na conversa, Salcy Lima conta um pouco de sua carreira, o sua hist’ria – antes do Jornalismo, se formou em Comércio Exterior e chegou a ser Miss Pará 2010 – e seus hobbys. Salcy revelou que toca piano e ama cantar.

Confira a entrevista com Salcy Lima, do Fala Brasil, na íntegra:

Observatório – Como você recebeu o convite para ser a titular do Fala Brasil? De fato, você já apresentou ele algumas várias vezes nos últimos anos, mas ter a chancela de titularidade é diferente… (risos)

Salcy Lima – Eu acredito que o convite para assumir a apresentação do Fala Brasil chegou no momento certo da minha vida. Há cinco anos estou em São Paulo como repórter e apresentadora eventual do jornal, e esse período foi fundamental para o meu aprimoramento profissional. É claro que os aprendizados são contínuos, nunca terminam, mas é isso que deixa o jornalismo tão apaixonante. Todo dia uma novidade, notícias diferentes, boas, ruins, sérias, descontraídas. Mas hoje me vejo com uma maturidade maior pra assumir esta responsabilidade.  Apresentar um jornal de rede nacional e ter a oportunidade de estar na casa de milhões de brasileiros é uma honra para qualquer jornalista.

Observatório – Sua chegada como titular no Fala Brasil coincide com uma série de novidades no jornal. Queria que você falasse algumas delas. O que o telespectador pode esperar?

Salcy Lima – Dinamismo, modernidade, leveza… A apresentação agora é em pé, permite maior interação com a parceira de bancada. Além de um pacote gráfico atual e atrativo para televisão.

Salcy Lima e Roberta Piza, as titulares do Fala Brasil (Antonio Chahestian/Divulgação Record TV)
Salcy Lima e Roberta Piza, as titulares do Fala Brasil (Antonio Chahestian/Divulgação Record TV)

Salcy Lima revela amor por piano e diz que toca instrumento desde os seis anos

Observatório – Salcy, você está na Record de SP desde 2014, mas vejo que o público sabe pouco da sua vida (risos) Conta um pouco da sua história de vida? Sei que você chegou a ser Miss Pará em 2010…

Salcy Lima – Sempre fui muito discreta sobre a minha vida pessoal. Muita gente fala da “Salcy miss”. Mas a minha vida não se resume a isso, posso destacar outras coisas também. Além de jornalista, sou formada em Comércio Exterior, apaixonada por música, toco piano desde os seis anos de idade, gosto de cantar também, e tenho um amor muito grande pelos animais, uma ligação inexplicável. Pra você ter uma ideia, tenho quatro cachorros (risos).

Nasci em Belém do Pará, fui criada com muito açaí e tacacá. Mamãe e vovô, juntos, batalharam muito para me dar uma excelente educação. Escolas boas, cursos de idiomas, aulas de piano. Eles são meus maiores exemplos de seres humanos e estão em cada uma das minhas conquistas.

Observatório – Você é uma mulher, negra e bonita. E mesmo com desafios ainda a serem superados, existe um crescimento de representatividade na TV. Como você nota isso e como você projeta o futuro?

Salcy Lima – Mulher, negra, nortista, o bonita é por sua conta, muito obrigada! (risos) Gosto desse pacote que sou e onde consegui chegar. O bonito mesmo pra mim é a construção dessa trajetória. Muitas desistem. Se você é mulher é porque é menos capaz que o homem. Se é negra traz na bagagem toda a questão do racismo que está sim entranhado em nossa sociedade, mesmo que inconscientemente. Se é do Norte, acham que é atrasada cultural ou intelectualmente. Se é bonita, não pode ser inteligente! Acredite, eu já ouvi tudo isso.

Salcy Lima revela orgulho de ser “mulher, negra e nortista” e cita preconceitos

Então, o significado de estar a frente de um dos principais jornais do país me faz acreditar que as coisas estão mudando. E como isso é satisfatório. Esse “combo”- mulher, negra, bonita, nortista – fez de mim uma guerreira. E eu já vejo um futuro com mais oportunidades para pessoas, independentemente de cor, origem, sexo. E isso me enche de esperança.

Observatório – Quais são seus objetivos de vida pessoal e profissionais para os próximos anos?

Salcy Lima – Meu principal objetivo profissional nos próximos anos é me firmar como apresentadora. E isso não é fácil. Não é simplesmente se posicionar em frente às câmeras e apresentar. Exige dedicação, estudo e muita humildade pra aprender.

Sobre a vida pessoal, quero ter a oportunidade de fazer o bem aos que conviverem comigo. A gente não precisa de muito pra ser feliz. O mundo anda tão pesado…Precisamos de momentos mais leves. Na minha lista de desejos também tenho projetos para ajudar animais em situação de risco. Penso muito em colocar isto em prática. 

Observatório – Por fim, Salcy Lima por Salcy Lima?

Salcy Lima – Perseverante, determinada e muito pé no chão. Não foi fácil, ninguém disse que seria, mas tenho conseguido traçar um caminho profissional do qual me orgulho, mas acredito que o segredo maior é lembrar todos os dias da minha origem. Jamais perder a essência.

Últimos vídeos do Canal no YouTube