Ricardo Vianna
Ricardo Vianna (Divulgação/ Record TV)

A quinta temporada do Dancing Brasil termina nesta quarta-feira (11), porém para Ricardo Vianna ela terminou há algumas semanas. O ator foi eliminado junto com sua professora de dança, Dani de Lova ao não agradar os jurados no ritmo Jive. O galã passou por quatro zonas de risco seguidas devido à notas baixas, e não resistiu à quinta.

O Observatório da Televisão conversou com Vianna, que contou como foi a experiência no reality comandado por Xuxa Meneghel, e sobre a sua relação com outros participantes, além da confiança necessária para seguir na competição. Confira:

Após a eliminação da Cátia Paganote, você acreditou que teria chances de ir até a final?

Não, não tive em nenhum momento essa relação com outros participantes. Catita é muito querida e na hora só fiquei triste por perder uma amiga ali dentro. A confiança sobre ir até a final veio no processo da Rumba e se fortaleceu no Jive. Ali acreditei que poderia ganhar!

Qual foi o ritmo mais difícil para você e por que?

Acho que a valsa. Porque naquele momento eu ainda não tinha conhecido esse “outro corpo” mais esguio, menos forte e mais dançante, que eu conheci mais pra frente, e que era muito necessário para apresentar uma bonita valsa.

Você pretende levar a dança para a sua vida pós Dancing Brasil?

Com toda certeza. Dançar faz bem pro corpo, pra alma e eu nunca tinha dançado antes, nunca tive costume. Em momentos de alegria eu cantava, não dançava. Mas porque não juntar os dois? Quem dança seus males espanta! 

Você gostaria de participar de outro reality show?

Acredito que não. Não vejo a hora de voltar a trabalhar com um texto na mão, criar um personagem e me entregar a uma história! 

Para quem vai a sua torcida, agora?

Muita gente tem me perguntado isso! Eu não tenho uma torcida, todos estão correndo atrás, se dedicando e abdicando de suas vidas durante esse processo. O elenco inteiro se deu bem, sempre ajudamos uns aos outros. A minha torcida vai pro casal que estiver mais presente, não quero ver uma apresentação. Eu adoraria ver uma história, um jogo verdadeiro de ação e reação com dois corpos presentes!

Últimos vídeos do Canal no YouTube