Codorna (Ivo Gandra) em Verão 90
Ivo Gandra interpreta o personagem Codorna na novela Verão 90 (Foto: Divulgação/ TV Globo)

A reta final de Verão 90 está prometendo grandes mudanças nas tramas dos seus personagens. Uma delas está focada no fotógrafo Codorna, parceiro do jornalista sensacionalista Murilo (Marcelo Valle). Interpretado por Ivo Gandra, o rapaz vai colocar as garras de fora e se vingar do vilão.

Em entrevista ao Observatório da Televisão, o ator explicou que Codorna irá desencadear uma situação envolvendo uma pessoa do passado profissional de Murilo. Ivo Gandra também comentou sobre a experiência de integrar o elenco da novela escrita por Izabel de Oliveira e Paula Amaral.

Além disso, o artista ainda contou como iniciou a carreira de ator. “A vontade de ser ator pulsava tanto em mim, que eu desisti de medicina e vim fazer carreira em São Paulo”, disse. Confira a conversa na íntegra a seguir:

Trabalho em Verão 90

O que mais de encantou em Verão 90?

Eu gostei de tudo. Eu acho muito linda essa época dos anos 90. O colorido, as músicas que estão vivas até hoje. É uma história, leve, divertida e que eu acho que agradou todo mundo, da criança às pessoas mais velhas. Contar de uma forma leve, engraçada, espontânea, acho que foi isso que eu mais gostei.”

O que você tem de recordação dos anos 90?

Eu sou de 92, peguei pouco. Como eu sou do interior, tinha muita coisa que já era anos 2000 aqui e lá, para mim, era muito anos 90. Tipo comida e brinquedo. Eu peguei muito brinquedo dos anos 90, cubo mágico, que voltou depois. As músicas também.”

Como foi a parceria em cena com Marcelo Valle?

Era muito legal a parceria que a gente tinha. Eu gostava muito dessa troca, da brincadeira que o personagem tinha de sempre de alfinetar. O Codorna tentava defender as pessoas, conduzir de uma forma. O Murilo sempre via o lado mal, tentava tirar proveito. No final da história, ele vai acabar cedendo e ficando sacana com o Murilo. Até o final da novela, o Codorna se corrompe e acaba ficando tão ruim, ou pior, do que o Murilo.

O Codorna volta a ser uma pessoa do bem após se vingar do Murilo?

Não, o Codorna foi corrompido. Mas vai ter uma virada na história que vai quebrar os dois. Vai ter uma virada com uma pessoa do passado, que eles trabalharam.”

Ivo Gandra em cena na novela Verão 90
Ivo Gandra em cena na novela Verão 90 (Foto: Reprodução/ TV Globo)

Sensacionalismo de Murilo

Qual a sua opinião em relação ao jornalismo sensacionalista feito por Murilo na novela?

Esse negócio de sensacionalista já vem de muito tempo e está maior ainda. Com o tempo surgiram as fake news. Na verdade, eu acho que é o sensacionalista piorado, alfinetando mais as pessoas. Naquela época, ser sensacionalista já era uma coisa muito pesada e forte. Era muito malvisto o sensacionalista.”

Como tem acompanhado programas sensacionalistas e de fofocas para compor a trama do seu personagem?

Eu vi um pouco para me adequar a história e o personagem. Assisti um pouquinho de Sonia Abrão e Luciana Gimenez, que é bem sensacionalista e tem uma pegada superforte, que é o Superpop. Mas eu não assisto. Sendo sincero, eu não assisto isso não.”

Início na atuação

Qual a sua história como ator? Como você iniciou a sua carreira?

A história é muito engraçada, vou tentar resumir ela bem rapidinho. Eu fazia cursinho para medicina, morava em uma república e tinha um amigo que era ator. Ele foi fazer um teste para um espetáculo e pediu companhia. Eu falei que não podia e ele falou: ‘vamos comigo’. Tinha uma inscrição com lata de leite Ninho, eu lembro na época. Aí eu falei que estava duro, estudante para medicina e que não tinha [dinheiro]. Ele falou que pagava para mim e eu fazia o teste. Resumindo: fizemos o teste. Eu passei e ele não, brigamos. Ele ficou brigado comigo, eu fiz o espetáculo e, a partir daí, surgiu o interesse [pela atuação]. Passei em medicina, fiz um ano. Mas a vontade de ser ator pulsava tanto em mim, que eu desisti de medicina e vim fazer carreira em São Paulo. Comecei fazendo pequenas peças, outras maiores, até que surgiu a oportunidade de fazer televisão.”

Codorna flagra beijo de Moana em João
Codorna flagra beijo de Moana em João (Foto: Reprodução/ TV Globo)

Reação dos pais

Como seus pais reagiram quando você falou que ia largar a medicina para ser ator? Há quanto tempo você tomou essa decisão?

Eu e minha mãe ficamos alguns meses com relações cortadas, porque era o sonho da vida dela ter um filho médico. Ainda mais porque não tinha nenhum médico na família, então ela ficou muito decepcionada. Meu pai ama e super torce por mim. Sempre foi meu parceiro, sempre me incentivou, pagou o meu colégio, meus estudos, meu cursinho de ator. Vai fazer 10 anos que eu tive essa virada para ser ator. Ele está mais feliz agora que eu estou fazendo novela, que o filho está na televisão. Pessoas do interior têm essa cultura. Eu sou de Porto Nacional, no Tocantins, do lado do Jalapão.

Você visita com frequência a sua cidade no Tocantins?

Nunca mais voltei. Faz um ano que não vou na minha cidade porque emendei um trabalho no outro. Fiz A Cara do Pai, depois Pega Pega e agora Verão 90. Então eu não consegui ter esse tempo aí. Nesses intervalos, eu estou fazendo espetáculos. Fiz o musical A Bela e a Fera antes de Verão 90, onde eu fazia o Gaston. Então não consegui esse respiro de ter férias, estou precisando.

Novos trabalhos

 Você já tem novos projetos após o término da novela?

Estou com dois projetos novos. Estou com um projeto de ação social, chamado Importe-se Brasil. São ciclos de ações sociais que falam sobre a importância do lixo dos oceanos e a importância de não jogar lixo nas praias. É muito importante falar sobre isso, é sério. Até 2050 a perspectiva é que tenha mais plásticos no oceano no que peixes. Eu também estou com outro projeto de dois curtas-metragens em que roteirizei, escrevi e quero produzir. No teatro também, mas é mais para frente.

*Entrevista feita pelo jornalista André Romano

Últimos vídeos do Canal no YouTube