Malvino Salvador no lançamento de A Dona do Pedaço
Malvino Salvador no lançamento de A Dona do Pedaço (Divulgação/TV Globo).

Longe da TV desde Orgulho e Paixão, Malvino Salvador está de volta em A Dona do Pedaço, próxima novela das nove da TV Globo. Na trama escrita por Walcyr Carrasco, Malvino viverá Agno, um homem casado, mas que pode deixar a mulher para viver um romance gay.

Em entrevista ao Observatório da Televisão, Malvino falou sobre as possibilidades para seu personagem na trama e ainda contou detalhes de como tudo pode acontecer. Confira:

Nos conte sobre o seu personagem?

“É um grande prazer estar na sexta novela do Walcyr, ele sempre me presenteia com personagens incríveis, com histórias, com bons conflitos e tramas interessantes. Dessa vez ele me presenteou com o Agno, que é casado com a personagem da Deborah Evelyn e tem uma filha. Eles moram em uma casa com a sogra e o cunhado, que é o Gianecchini, um cara bastante folgado.

A princípio, é um núcleo que vai ter muita confusão, mas com uma medida bem humorada. Tem um problema em relação a sexualidade dele, que o Walcyr ainda está decidindo. Mas ele depois de anos de casado, corre da esposa e ela é um pouco ninfomaníaca. Mas eu não sei como essa história com o Caio Castro vai ser, porque eu já recebi alguns capítulos e isso ainda não apareceu.”

Outro Homem

Seu personagem vai realmente se envolver com outro homem?

“Não é certo isso ainda não. O que eu sei é que tem uma questão de sexualidade, ele tem um relacionamento desestruturado com uma mulher que ele não quer mais ficar com ela. Ele tem uma filha e tem sim uma questão de sexualidade, mas o Walcyr ainda não fechou cem por cento isso. Eu posso dizer que estou aberto a tudo.”

Dá para pegar o Caio Castro?

“Dá sim, na trama dá (risos).”

Você sempre foi considerado galã. Como você vê a importância de um galã fazendo um personagem gay?

“Não tem importância nenhuma, eu só penso em como fazer melhor o personagem. Só penso o personagem, não tem nada a ver com a minha figura, Malvino. Mas se eu conseguir fazer da melhor maneira possível. Pode ser que de alguma forma ele consiga se conectar através da sua história, dos seus anseios, dos seus problemas e com as pessoas, isso é o principal.”

Empresário

Ele se torna um grande empresário, certo?

“Ele é sócio de uma construtora, na qual quando ele era mais novo, essa construtora era do pai da mulher dele. O sogro morreu, ele assumiu a empresa e fez ela crescer antes dele morrer. Hoje a família toda depende dele, porque ele é o maior sócio da construtora. Mas parece também que vai rolar uma coisa de golpe, porém eu ainda não sei como vai acontecer isso.”

Você está preparado para qualquer coisa?

“Estou preparado para tudo, nós somos atores e não tem essa. Na minha primeira peça de teatro eu fiquei nu, então não tenho problema com isso. O principal é encontrar a essência do personagem, porque o personagem se comunica com o público. O mais importante na dramaturgia é encontrar uma maneira de saber o traço psicológico daquele personagem para desenvolver.”

O Walcyr acabou fazendo história na teledramaturgia quando mostrou o beijo gay na novela das nove. O que você pensa em relação a isso?

“Eu acho que quando a história é bem desenvolvida e o Walcyr é muito bom nisso, a prova disso é que ninguém se importou com o beijo do Félix, porque ele fez com que o personagem se conectasse com o público. O público adorava o Félix, que era o vilão da novela. Ele conseguiu com maestria, foi uma coisa que deu super certo e aconteceu, normal. Eu quero que dê certo, com beijo ou sem beijo.”

Últimos vídeos do Canal no YouTube