Renato Góes
Renato Góes será o protagonista da trama Órfãos da Terra (Divulgação/TV Globo)

Aos 32 anos, Renato Góes está vivendo grandes momentos na vida pessoal e profissional. Estrela no cinema nacional em 2018, o ator se prepara para viver um novo desafio. Ele será o protagonista de Órfãos da Terra, nova novela das 18h, da Globo que estreia em março de 2019.

Em entrevista ao Observatório da Televisão, o ator falou sobre seu personagem, a experiência, e sobre sua relação com os fãs. Confira:

Leia também: Com Jumanji: Bem-Vindo à Selva e Venom, Sony fecha 2018 com sua maior arrecadação desde 2012

Protagonista de Órfãos da Terra

Assim como na vida pessoal, Renato Góes diz que ainda almeja muitas coisas na vida profissional: “Não em relação a questões financeiras, mas sim em relação aos tipos de personagens e coisas que ainda quero viver.” O ator gravou três longas em 2018, com previsão de lançamento para 2019, e será protagonista de Órfãos da Terra, próxima trama das 18h da Globo.

“Um pouco mais da metade do ano de 2019 vou passar fazendo a novela, que fala sobre refugiados sírios, sobre a situação lá na Síria, e como é o recebimento dessas pessoas no Brasil. Há uma história de amor e a base dessa história tem esse cunho social. As pessoas precisam saber o quanto é importante abrirem os braços para receber esses refugiados.”

Na trama escrita por Thelma Guedes e Duca Rachid, com direção artística de Gustavo Fernandez, o personagem de Renato de apaixona por uma refugiada. “Sou um braço direito de um sheik (Herson Capri) que me manda para o Brasil atrás de uma noiva que fugiu das mãos dele”, revela o ator, que já está há algum tempo se preparando para o papel. Ele já visitou centros de acolhida a refugiados em São Paulo e entrevistou algumas pessoas.

Relação com fãs

Renato Góes iniciou a carreira de ator em 2005 no teatro, mas tornou-se conhecido pelo grande público em 2017, quando interpretou o protagonista da supersérie Os Dias Eram Assim (Globo) – o médico Renato Reis. De lá para cá, sua base de fãs aumentou bastante.

“Eu não sou aquele cara que mais interage nas redes sociais. Não posto muitas selfies, muitas coisas que faço no meu dia a dia. Posto mais imagens de paisagens… Meus fãs interagem com o que tem ali, e fica por isso mesmo. Quando vem uma mensagem bonita sobre alguma coisa da minha carreira, acabo me emocionando e respondo. Tem os fãs-clubes e sempre me preocupo em estar junto com eles. Fico impressionado de ver como essas pessoas se dedicam a uma outra vida dessa forma, com um amor tão grande. A única coisa que posso fazer é me dedicar também e dar uma força e um feedback para
eles. Tento estar sempre junto.”

Últimos vídeos do Canal no YouTube