Fernando Pavão como Petronius em Jesus
Fernando Pavão como Petronius em Jesus (Divulgação/ Record TV)

Em Jesus, novela que estreia nesta terça-feira (24), Fernando Pavão interpreta o soldado Petronius. Homem de confiança, ele será obrigado a cumprir as mais cruéis ordens como matar e executar inocentes para subir na carreira, além de manter uma paixão por Maria Madalena (Day Mesquita).

O ator de 47 anos conversou com nossa reportagem durante a festa de lançamento da trama, e falou sobre a importância de viver um personagem como este, além de destacar o que o fez aceitar o convite, já que ele esteve recentemente no ar em Apocalipse. Confira o bate papo.

Leia também: Milena Toscano faz chá de fraldas e reúne familiares

Petronius

Como é o seu personagem?

“O Petronius tem um caminho super legal porque ele é um soldado romano de Pôncio Pilatos. Um cara que está acostumado com coisas duras e trabalho sujo. Ele mata, invade aldeias, elimina, extermina. Depois que ele conhece Jesus, nas provas que acontecem durante a vida dele, ele passa a se questionar a ponto de se compadecer por Jesus naquele momento na cruz. Ou seja, ele tem uma transformação interna e acaba reconhecendo que aquele cara é o Messias, e que a vida que ele teve antes não era o que ele acreditava.”

Como é gravar as cenas de ação?

“Eu particularmente gosto. Temos um treinamento específico porque usamos muitas espadas. É sempre bacana porque dá uma adrenalina boa, até para chegar mais perto daquela emoção. “

Exige bastante do físico, não é?

“Exige uma coisa física. Para mim como ator, essa coisa física me leva até a emoção.”

É uma responsabilidade contar essa história?

“É uma grande responsabilidade. Estamos contando a história mais conhecida da humanidade, e do mundo ocidental. Vamos contar lindamente, até por tudo o que vivemos no Marrocos. Foram três semanas de muita integração, e acho que não tem como não imprimir isso na tela. A mensagem de amor de Jesus acaba chegando através dessa convivência que tivemos lá.”

Fernando Pavão conta como foram as gravações no Marrocos

Como foi gravar lá?

“Foi uma experiência muito enriquecedora. Eu realmente voltei de lá muito mexido. É um lugar que te tira do pensamento ocidental e referências que temos aqui. Estamos contando uma história que se passou há dois mil anos atrás num cenário que está exatamente igual ao que estava naquela época. Isso nos transporta de uma maneira muito forte.”

Seu personagem se envolve com Maria Madalena?

“Ele tem um envolvimento com Maria Madalena, mas não vou falar muito para não entregar. É uma parte bem legal da novela. Petronius não é um personagem da bíblia. E isso dá à Paula uma abertura para criar esse romance.”

E é bom fazer esse tipo de personagem que vai mudando aos poucos?

“É o sonho de todo ator é fazer um personagem com uma trajetória. Todo ator procura um personagem que não seja estático emocionalmente.”

Trajetória na carreira

Você está fazendo quantos anos de carreira?

“Minha primeira novela foi há 20 anos, Meu ‘Pé de Laranja Lima’, mas de carreira são 26 anos.”

Como você vê essa trajetória?

“Com muito orgulho e com muita coisa para aprender e percorrer.”

Conquistou tudo o que você queria?

“Obviamente que não. A vida do ator é um aprendizado. Cada personagem traz uma coisa nova, uma emoção nova. Cada um traz esse frescor, uma vida nova. Enquanto temos esse frio na barriga é porque estamos no caminho certo. Tenho muito orgulho da carreira que construí sobretudo aqui na Record, que me deu excelentes oportunidades de trabalho.”

Contratos por obra

Você agora está trabalhando com contratos por obra. Você prefere assim?

“A gente nunca sabe o dia de amanhã. Não vou dizer que eu nunca mais vá fazer um contrato longo. Mas em algum momento desses 12 anos, talvez eu queira me testar, e ver como o mercado responde a mim. Aqui é uma emissora que amo trabalhar, minha segunda casa, e me sinto muito confortável. Talvez eu queira um pouco mais de desafio, e buscar coisas novas, mas a gente não sabe o futuro?”

O que te motivou a emendar um trabalho tão forte em outro?

“O convite, e um grande personagem. Petronius é um personagem incrível, desses que a gente não pode recusar porque tem uma história, além do fato de estar contando a história de Jesus.”

Você é considerado galã. Esse rótulo te incomoda?

“Para mim é normal. Esse título não me faz mal, nem bem. O rótulo de galã fica muito mais por parte de quem vê, e o que me interessa mesmo é fazer bons trabalhos.”

Aparência

Você tem 47 anos embora não pareça. Você tem preocupação com a aparência?

“Tenho. Primeiro pela saúde, que é uma coisa que me preocupei sempre. E obviamente trabalho na televisão, tenho que ter certos cuidados. Me manter jovem fisicamente, ativo quero dizer, para poder por exemplo fazer cenas lutando de espada e andando a cavalo ao mesmo tempo. Procuro me manter apto para fazer as coisas.”

*Entrevista feita pelo jornalista André Romano

Últimos vídeos do Canal no YouTube