Elmo (Felipe Simas) em O Tempo Não Para
Felipe Simas como Elmo em O Tempo Não Para (Divulgação/ TV Globo)

Felipe Simas será Elmo em O Tempo Não Para – nova novela das 19h da Globo. Bondoso e prestativo, o rapaz é o melhor amigo de Samuca, interpretado por Nicolas Prattes. Como nem tudo são flores, Elmo tem um lado acomodado e vive de favor há anos na cobertura do amigo.

Em conversa com o Observatório da Televisão, Felipe Simas defendeu o personagem. “O Elmo faz pelo os outros o que ele não tem coragem de fazer por sim mesmo”. Casado e pai de dois filhos, o ator também falou sobre a vida pessoal, maturidade e carreira. Confira:

Veja também: Silvero Pereira surge seminu em sequência de fotos e surpreende fãs

“Ele é acomodado”, diz o ator sobre seu personagem

Como será o seu personagem?

Eu acho que existem muitos Elmos por aí. Ele é acomodado, mas não no nível de incomodar os outros. Quer dizer, algumas pessoas incomodam, mas a pessoa que ele mais ama não é. O Samuca (Nicolas Prattes). Eu acredito que conforme o tempo for passando, ele tenha um click e acorda para a vida.

O ator fala de semelhanças com o personagem

Então, nesse sentido, o Elmo não tem nada a ver com você, né?

Não. Acredito que não. Mas eu acho que todo mundo tem tudo dentro de si. Está sendo legal colocar isso para fora.

Há pouco tempo você estava nas telinhas com outro personagem. Como você vê seu trabalho sendo reconhecido? Os filhos mudaram a sua rotina?

Eu fiquei um bom tempo agora em casa, nove meses. Na verdade, é muito difícil a gente sair da nossa história e tentar enxergar de fora. Mas o que mudou na nossa vida não foi muita coisa, eu confesso. A gente continua em casa, brigando quando tem que brigar, se amando na hora que tem que se amar, cuidando dos nossos filhos e aproveitando cada momento.

“Existe uma razão para tudo isso”, explica o ator sobre seu sucesso na carreira

Você se sente abençoado pelo sucesso que está tendo na carreira?

Acho que, talvez, você me fez uma das perguntas mais difíceis que pode feita a uma pessoa. Eu não acho que sou merecedor de nada que acontece comigo, mas, ao mesmo tempo, eu acredito que estou aqui por um motivo e por uma razão. E agradeço por ter essa razão, por existir essa razão e estar aqui nesse momento.

Felipe Simas abre o coração e fala sobre família

Você é um rapaz jovem, casado e pai de dois filhos. Você acredita ser uma pessoa madura?

Eu acho que você faz coisas que eu não faço e eu faço coisas que você não faz. Sempre fui um cara muito caseiro, atleta, então balada nunca me satisfez muito. E depois que eu encontrei a Mari foi um amor pleno à primeira vista. Eu tinha certeza que ela seria a mãe dos meus filhos e que passaríamos o resto das nossas vidas juntos.

“A fama é uma consequência”

A fama não faz a sua cabeça, né?

Eu acho que a gente vive também numa sociedade que acha que artista deve ser famoso. Ele não deixa de ser famoso, mas a profissão dele não é ser famoso. Pelo menos, a minha profissão é dar vida a outras pessoas, a outros personagens. A fama é consequência, mas também não é o que eu busco. Eu busco mesmo é estar presente em cada momento cênico e em casa.

“Elmo vai ser visto como herói em algum momento”, disse Felipe Simas

Você considera o Elmo uma pessoa boa?

Muito! Eu acho que existe um peso por ser relaxado e as pessoas acham que é vagabundo. O Elmo faz pelo os outros o que ele não tem coragem de fazer por sim mesmo. Quando o Samuca se perde, ele não pensa duas vezes em sair no mar, contra a tempestade, para socorrer o amigo.

As coisas vão acontecer com outras pessoas e ele se vê como o herói do momento. Ele tem medo, receio por ter quebrado algumas vezes em assumir o controle da própria vida.

Você tem um amigo feito o Samuca na vida?

Eu acho que todos temos Samucas e Elmos nas nossas vidas.

O nome Elmo é muito presente em produções infantis, como Vila Sésamo. Como é representar um personagem que tem um nome tão lúdico?

Na verdade, eu peguei a referência do capacete. Sem perceber, ele acaba protegendo outras pessoas. Ele é o capacete na hora do confronto. Eu imbuí isso dentro da minha característica como o Elmo, da característica do Elmo. E aos pouquinhos a gente vai descobrindo o próprio texto. Ele vai revelando e a gente vai achando as palavras certas, e dando vida no momento certo.

Você também é protetor como o Elmo?

Eu acho que a gente vive numa sociedade que tem mania de se intrometer na vida dos outros. Tem que achar esse limite. Eu acho que, às vezes, as pessoas precisam passar por certas circunstâncias e a gente não pode tomar a frente. A gente tem que permitir que elas sofram e temos que estar no lado para ajudar. Não impedir que elas não sofram.

“O sofrimento também causa um amadurecimento”

Como você lida com o carinho do público?

Eu tenho uma relação muito saudável com os meus fãs. É difícil porque, não eles (os fãs). A sociedade nos coloca num pedestal. A partir do momento que nos colocamos no chão e conversamos de igual para igual, escutamos o que eles têm para falar. Quebramos uma barreira que muitas pessoas colocam. Inclusive, os próprios artistas. Agradeço muito porque eles me respeitam. Espero que esse relacionamento siga assim.

Felipe Simas afirma ser um pai coruja

Você é um pai coruja?

Muito, muito. Toda vez que eu chego em casa e abro a porta do quarto, eu sinto como se tivessem borboletas no estomago, literalmente. Eu tenho um calafrio no estomago que não sei explicar. É literalmente inexplicável.

*Entrevista feita pelo jornalista André Romano

Últimos vídeos do Canal no YouTube