Maria de Médices e Dennis Carvalho, diretores de Segundo Sol
Maria de Médices e Dennis Carvalho, diretores de Segundo Sol (Divulgação)

Diretores de Segundo Sol, Dennis Carvalho e Maria de Médices celebraram seu novo trabalho, que estreou nesta semana na Globo. A estreia do folhetim marca mais um capítulo na parceria de ambos, que já vem desde a década passada, quando os trabalhos se intensificaram.

Dennis e Maria já dirigiram juntos Como uma Onda (2004), Paraíso Tropical (2007), Insensato Coração (2011), Sangue Bom (2013), Babilônia (2015) e Rock Story (2016). Desde que se tornou diretora em 2001, Maria já fez 15 novelas e as minisséries JK (2006) e Queridos Amigos (2008).

Veja mais: Esposa de Daniela Mercury aparece em Segundo Sol e cantora brinca: “Foi demais até pra mim”


Dennis explica o motivo de estarem trabalhando juntos tanto tempo. “Dividimos o trabalho com um equilíbrio muito legal. Maria faz parte de minha equipe de diretores há muitos anos e já nos entendemos pelo olhar”, afirmou o diretor.

“Somos muito parecidos na forma de pensar artisticamente. Estamos muito animados com essa novela porque é nossa primeira parceria com o João Emanuel Carneiro, que escreve muito bem sobre relações humanas. O Dennis sempre foi reconhecido como um excelente diretor de atores, e isso dialoga com a proposta do texto do João”, afirmou Médices.

Dennis também comentou sobre a escalação do elenco, tão criticado por não ter tantos representantes negros, o diretor afirmou que foi feita uma grande pesquisa na Bahia e citou exemplos pescados, como a dama do teatro da Bahia, Claudia Di Moura, que estreia na Globo na novela.

“A escalação é um processo que me interessa muito porque amo dirigir atores. Para essa novela, há gente de diversos cantos do país, com destaque para os baianos. Fizemos uma longa pesquisa na Bahia. Além dos talentos já conhecidos do grande público, como Fabrício Boliveira e Vladimir Brichta, trouxemos – só para citar um nome, há outros – uma grande dama do teatro baiano, a Claudia Di Moura, no papel da Zefa, bem importante na história. Também conto com uma turma com que já trabalhei outras vezes e outros que estão estreando comigo”, afirmou Dennis.

Além disso, Dennis falou sobre a elogiada trilha sonora da novela, que trás regravações de grandes sucessos do axé music dos anos 90, além de próprios clássicos, cantados por Daniela Mercury, por exemplo. O diretor disse que esse é o grande diferencial da novela atualmente.

Veja também

Globo nega que aumentou chamadas com personagem negro de Segundo Sol

Segundo Sol: Beto Falcão mantém mentira de morte e cria “músicas de baú”

“Queríamos trazer os grandes clássicos da Axé Music dos anos 1990, mas com algum diferencial. Então, reunimos canções lindas e contagiantes, que fazem parte da memória afetiva de quem viveu aquela época, regravadas por outros cantores, com arranjos novos. Conseguimos um resultado incrível! Além dessas regravações, há a trilha internacional e outros grandes clássicos da música popular brasileira. Acho que conseguimos construir uma bela trilha!”, concluiu o diretor.