Bruno Gissoni
Bruno Gissoni (Divulgação/ TV Globo)

A Globo estreia no próximo dia 20 de março, na faixa das 18h, a novela Orgulho e Paixão. A trama é inspirada na obra de mesmo título da escritora inglesa Jane Austen. No elenco, Bruno Gissoni será Diogo Uirapuru, um malandro que vai conquistar as mulheres do Vale do Café.

Poeta e bom vivant, o moço é sustentado pela tia rica, dona de um cafezal de médio porte na região. Além de bonito, o personagem terá grande lábia para sedução. Em entrevista ao Observatório da Televisão, Gissoni conta detalhes sobre seu novo trabalho e fala sobre a experiência de ser pai da Madalena, de 9 meses. Confira o bate papo completo abaixo: 

Leia também: Protagonistas de Malhação, Viva a Diferença têm futuro incerto na Globo

Fale sobre Diogo Uirapuru, seu personagem em Orgulho e Paixão?

“Então, o Diogo Uirapuru, ele é um poeta, um artista; na verdade. Ele é aventureiro, um sedutor, ele chega… Ele é intenso, ele é dramático, enfim. Mas ele é muito sedutor em todos os sentidos. Assim, no romântico e também no social. E ele é muito mentiroso. Não sei se posso contar tanta coisa, porque ele é cheio de surpresa, chega misteriosamente e vai embora misteriosamente… Sobre o núcleo, ele não está inserido em nenhum e todos ao mesmo tempo, ele é aquele curinga. Como eu disse, nessa pegada sedutora dele, ele vai entrando, vai se infiltrando e vai conhecendo gente; algumas se apaixonam, outras sabem que ele é picareta e por aí vai. Ele vai enganando todo mundo.”

Você gosta de poesia?

“É mais muito amadora, tipo legenda de Instagram, quando estou inspirado. Não, mas é uma coisa muito pessoal, né? Eu tenho vergonha disso. Já escrevi algumas coisas, só que muito para mim, ou para minha namorada da época. Mas eu adoro. Ainda não escrevi pra Madalena, mas acho que ela merece um poema daqueles Manoel de Barros. Então, não vou escrever qualquer coisa para ela.”

Uirapuru (Bruno Gissoni) em Orgulho e Paixão
Uirapuru (Bruno Gissoni) em Orgulho e Paixão (Divulgação/ TV Globo)

Você criou um Instagram para a Madalena? Fale um pouco sobre.

“É muito, porque a gente viu que ela está. Acho que a mensagem que ela passa para o mundo, é de amor. Então, acho que é muita exposição para ela, a gente está tentando tomar esse cuidado, mas ao mesmo tempo, acho que as pessoas merecem. A gente recebe muita mensagem dizendo: ‘cara, quando eu vejo uma coisa da Madalena, o meu dia ilumina’. Então, acho que, ela tem esse poder, né? Se ela tem esse poder de iluminar a vida das pessoas, porque não explorar isso no melhor sentido.”

Sua vida mudou depois da chegada da Madalena?

“Com certeza! A gente tenta mensurar o tamanho de ser pai, o tamanho desse amor de pai e filha, mas só entende quando nasce mesmo. Mudou a minha vida, mudou a vida de quem está em volta, mudou as minhas relações com as pessoas, minha relação com a minha mãe, com meu pai. A gente entende agora, todas as vezes que você sai de casa e não avisa pra onde você vai, e a mãe fica ligando ai você fala: ‘poxa, agora estou entendendo’. Sai do quarto e deixa ela sozinha por 5 segundos, já falo: ‘Meu Deus, o que será que tá acontecendo? Será que ela está bem?’. Então, a gente começa a entender o mundo inteiro, é muito especial.”

*Entrevista feita pelo jornalista André Romano

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor coloque seu nome aqui