Sucesso em O Outro Lado do Paraíso, Juliana Caldas conta que já foi confundida com outra Juliana

Juliana Caldas, a Estela de O Outro Lado do Paraiso
Juliana Caldas, a Estela de O Outro Lado do Paraíso (Divulgação/TV Globo)

Mal estreou em O Outro Lado do Paraíso, e Estela, personagem da atriz Juliana Caldas já estava dando o que falar, assim como a própria atriz. Com larga experiencia no teatro, ela trocou a capital paulistana para viver no Rio de Janeiro, onde ficam os Estúdios Globo. Num bate papo com nossa reportagem ela falou sobre a expectativa pela felicidade de sua personagem, e sobre ser confundida com outra Juliana, também famosa. Confira:

Leia também: O Outro Lado do Paraíso: incomodado, Samuel procura médico para deixar de ser gay

Juliana, você é de São Paulo. Como está sendo viver no Rio?


Meu amor, eu só trabalho. 5 minutos livres que tenho dentro de casa, eu durmo.

Nem curti uma praia?

Amigo, eu prefiro dormir.

Estão confundindo você com a Juliana, mulher do Marquinhos da Record, não é?

Sim (risos). Recebo mensagens dizendo assim: ‘Mulher, por que você abandonou ele? Só porque está fazendo novela?’. Eu o conheço há anos, ele é amigo do meu irmão. Ainda não conheço a Juliana pessoalmente, mas tive que falar: ‘Não sou mulher dele, a mulher dele é outra Juliana’. É isso.

Nas redes sociais as pessoas falam muito o que querem e a hora que querem. As pessoas falam coisas feias pra vocês on-line?

Por enquanto não.

As pessoas com nanismo quando engravidam, passam por uma gravidez muito complicada devido ao risco. Você sonha em engravidar?

Sonho, claro! Sobre o alto-risco depende de Deus, não sou eu que vai falar ou antecipar se será uma gravidez de alto-risco. Com pessoas de estatura normal acontece o alto-risco também, então é algo incerto.

Pelo que ficamos sabendo, vai aparecer um príncipe para a Estela, interpretado pelo Pedro Carvalho. Como vai ser esse encontro?

Quero achar esse príncipe. Eu não sei gente, o que eu tenho ainda está na interação da Estela com as pessoas daquela casa. Ela tem muito o que fazer naquela casa ainda em relação à família. Fico feliz pela Estela que vai ter alguém, eu ainda não tenho (risos).