Palmirinha revela o que anda fazendo longe da TV, relembra carreira e conta anedota com Ana Maria Braga

Palmirinha Onofre chora ao falar de Guinho:
Palmirinha Onofre (Divulgação)

Há mais de 20 anos na televisão, Palmirinha Onofre possui uma trajetória de lutas e conquistas. Ela deixou para trás o papel coadjuvante dos programas de culinária e se tornou protagonista. Hoje é ela quem dá as cartas de como deve ser a realização de seu programa. Palmirinha se tornou um nome forte junto ao mercado publicitário, mas, antes, construiu seu próprio público na TV brasileira.

Atualmente, ela não está apresentando nenhum programa, o que não significa que não está trabalhando. A marca Vovó Palmirinha ainda é muito buscada pela publicidade, mas, mesmo atendendo aos pedidos, a apresentadora destina tempo para cuidar da família.

“Tenho trabalhado muito gravando comerciais, ações filantrópicas e também participo, como convidada, de programas dos mais variados segmentos, tanto na TV como no rádio. Atualmente, a minha atividade favorita é receber meus filhos, netos e bisnetos e preparar uma boa comida para eles”, afirmou.


Palmirinha mora em São Paulo, com a filha e o genro, e não está negociando com nenhuma emissora, apesar de aceitar avaliar um contrato. “(…) Não gostaria de ter que gravar programa diário. Estou aberta a estudar propostas que eu também fique feliz”.

Amplamente conhecida pelo público brasileiro, a apresentadora começou na TV de São Paulo. Participou do Note & Anote, programa de Ana Maria Braga, na Record TV, nos anos 90. Na atração, Palmirinha era responsável por ensinar o telespectador a preparar receitas diversas.

“Eu tenho muito carinho por ela [Ana Maria Braga]. Aliás, foi ela que me batizou “Palmirinha”, pois eu a chamava de Aninha e, em retribuição, passou a me chamar de Palmirinha. Eu aprendi muito com a Ana Maria, ela me deu dicas preciosas sobre televisão”, falou.

Os bons resultados levaram Palmirinha à paulistana TV Gazeta, reconhecida por seus tradicionais programas culinários e de variedades. Por um período, ela trabalhou preparando receitas em atrações tradicionais, como o Mulheres. Com o tempo, se tornou apresentadora do TV Culinária.

“A Gazeta foi onde tive meu primeiro programa, no qual fui me aperfeiçoando como apresentadora. Eu gostava bastante de trabalhar lá e a nossa equipe, apesar de simples, era muito unida e dedicada a fazer um programa melhor que o outro”, explicou.

Depois da Gazeta, Palmirinha engatou em um projeto completamente novo para ela. Ela foi fazer parte do extinto Bem Simples, da FOX, na televisão paga. O Programa da Palmirinha se tornou um sucesso e duas temporadas foram gravadas.

“Adorei trabalhar lá onde pude contar com uma produção incrível que me possibilitava concentrar na apresentação e gravação dos programas e, por isso, o ritmo era mais tranquilo e me adaptei bem”, contou.

Palmirinha Onofre chora ao falar de Guinho: “Não dava mais pra confiar”

Perguntada sobre os momentos mais marcantes que viveu na televisão, Palmirinha disse que entre eles está a saída do TV Culinária, que apresentou por 11 anos, além de outros: “Logo após ter saído da TV Gazeta, ser recebida com muito alarde e carinho no VMB/2010 da MTV onde fui convidada para entregar um dos prêmios. Sinceramente, não tinha ideia que um público tão jovem também pudesse estar entre minhas amiguinhas e amiguinhos”, revelou.

Durante a entrevista, Palmirinha ainda contou o que pensa sobre a febre de programas de culinária no Brasil. “Assisto a todos, tanto os de TV fechada como os de canais abertos. Como eu amo a culinária, não teria como não assistir e posso lhe assegurar que ainda aprendo muito com eles”, finalizou.