Com personagem polêmico em Malhação, Marcelo Antony afirma: “A família tá muito deteriorada”

Edgar, personagem de Antony, é casado, mas mantém uma relação extraconjugal com a melhor amiga de sua mulher. (Globo/Divulgação)

Longe das novelas desde Amor à Vida, 2014, Marcelo Antony está de volta na nova temporada de Malhação – Viva a Diferença – com estreia prevista para meados de maio na Globo.

Durante evento promovido pela emissora na tarde desta terça, 19/04, em São Paulo, o ator falou do seu retorno às novelas e da polêmica em que seu personagem está envolvido.

Edgar é casado, mas mantém uma relação extraconjugal com a melhor amiga de sua mulher. Como se não bastasse, ele ainda é pai de duas garotas que acabam ficando amigas sem saber que são irmãs.

Marcello Antony, Manoela Aliperti e Malu Galli posam nos bastidores da trama (Globo/Divulgação)

Confira entrevista que o ator concedeu ao Observatório da Televisão: 

Como é gravar com um elenco jovem e, em sua maioria, estreando na TV? 

Eu percebo muito eles me olhando, me venerando…Eu já fiz muito isso com Tarcísio Meira, Gloria Menezes e o Tony Ramos. Estou muito feliz por ir todos os dias e gravar com eles.

Você estava longe da TV há três anos, apesar de uma participação em Rock Story, mas segue em cartaz no Viva com Torre de Babel, na Globo com a reprise de Senhora do Destino e agora Malhação. Tá conseguindo ver algumas cenas dessas reprises? 

Mas neste tempo eu fiz Chaplin – O Musical, no teatro, e, no cinema, O Pequeno Segredo. Uma coincidência. Eu tenho assistido. Minha mãe e minha tia assistem, me ligam…

Faz críticas sobre esses trabalhos? 

A minha autocritica é light. Eu me olho há treze anos e vejo que sou menos imaturo em cena. É muito legal.

Conversa com seus filhos sobre os mais variados temas?

Sim. Direto. Tem que se conversar. Os valores estão muito quebrados. A família em si tá muito deteriorada, precisando de ajuda…A minha realidade é a minha família, é quem tá do meu lado, quem me ama. Filho foge da nossa mão e vai pra vida. A gente tem que formar uma criaturinha pronta pra receber os vários ‘nãos’ que a sociedade dá. É muito difícil educar.

O horário em que Malhação vai ao ar consegue reunir não só os adolescentes, mas também as donas de casa. Falar com esse público é uma grande responsabilidade, não?

Estávamos gravando uma cena em Malhação e na hora em que eu fui brindar com uma champanhe alguém gritou: Não Bebe! Eu não sabia que não podia beber por conta do horário.

E sobre o seu núcleo? É um tanto forte, não?

A novela já se inicia com essa bomba (revelação do caso extraconjugal). Eles ficaram juntos por mais de vinte anos. Tudo isso vem à tona. O meu personagem é uma cara que age naturalmente.