Bruna Marquezine beija Letícia Colin em série, mas avisa: “Não vai ao ar”

Bruna Marquezine protagonizará cenas quentes em nova minissérie da Globo
Letícia Colin e Bruna Marquezine

Bruna Marquezine conversou com nossa reportagem nesta segunda-feira (05), durante a coletiva de imprensa da série Nada Será Como Antes, e contou sobre sua participação na na trama, que tem estreia prevista para o dia 27 de setembro.

Confira o papo:

Nada Será Como Antes


“Ah, eu estou tão ansiosa para ela nascer para vocês. Então, desde o início foi algo muito especial. É bonito, e o resultado final quase não importa, porque a experiência foi tão rica, tão importante para mim. A Beatriz é um pouco assim. Eu vou contar um pouco da história. A Beatriz é uma mulher de vinte e poucos anos – a série se passa nos anos 50 -, ela é filha de uma doméstica, vai para a cidade para trabalhar numa boate, como dançarina e cantora fazendo performances. O sonho dela é ser atriz. A série fala um pouco sobre a chegada da televisão, os primeiros estúdios, as primeiras telenovelas, e aos poucos ela vai se tornando uma das grandes atrizes da época. É muito bonita a trajetória dela e nessa história tem os encontros, os romances, as paixões. É bem bonito. Nós já terminamos as gravações, há uns três, quatro meses.”

Personagem sexy

“Eu encaro a carreira de um ator como um caminho contínuo. Eu não vejo como uma divisão. É um novo passo. É um papel desafiador. O público não me viu dessa maneira. Eu não me vi dessa maneira até hoje. O que é muito interessante. É uma oportunidade de eu mostrar o meu trabalho. E sair dessa zona de conforto da mocinha. O que eu fiz muito. Mas eu não vejo como um divisor de águas. Eu acho que é mais um passo.”

Futuro

“Eu não me imagino daqui a alguns anos. Eu prefiro não planejar. Pode ser bom. Mas pode causar algumas decepções. Enfim, eu prefiro confiar no que Deus tem para mim. E vivendo um dia de cada vez. Eu tento não planejar.”

Cenas de nudez

“As cenas foram feitas com muita delicadeza e muito cuidado. Eu não me senti desconfortável com as cenas por causa disso. É necessário usar o tapa-sexo. É melhor usar. Nada de dublê de corpo. Não teve.”

Beijo gay

“A gente não tem beijo gay. Isso fica sugerido. Não teria problema se tivesse. Eu e a Letícia gravamos um beijo. Mas ele não vai ao ar. Fica sugerido na cena. A relação delas existe sim. Mas não teve beijo.”

Cássia Kis Magro

“Foi muito bom trocar com ela em cena. Viver com ela. A Cássia é uma pessoa muito iluminada. Ela tem muito a dizer, a ensinar. Ela é muito gentil em cena. Ela faz o melhor dela, e nos ajuda a fazer o nosso melhor também. Sabe? Ela é essa atriz. Foi muito especial. Nossa sintonia foi instantânea. É isso.”

João Côrtes sobre estreia em novelas: “Não tenho problema nenhum em beijar em cena”

Você está feliz?

“Claro que eu estou feliz. Você não está vendo? Eu estou muito feliz!”

Você está solteira?

“Ai, meu Deus! Eu quero falar só da Beatriz.”

Visual novo para a série

“Eu cortei para a série e estou mantendo. Eu nunca achei que fosse ficar com o cabelo curto, porque eu fico muito tempo de cabelo longo. E eu achava que ficaria bem apenas de cabelo longo, mas estou adorando. É muito prático. Assim que eu terminei a novela, eu comecei a filmar a série. Daí eu cortei para fazer a Beatriz e fui mantendo, cortei um pouquinho mais. Por enquanto, eu vou deixar curtinho, até um novo personagem pedir um novo cabelo.”

Um pouco da personagem

“A série se chama Nada Será Como Antes, e a Beatriz fará par com o personagem do Daniel Oliveira, e com a personagem da irmã dele, que quem faz é a Letícia Colin, e depois mais tarde com o personagem do Jesuíta Barbosa.”

Amizades

Eu fiquei amiga da Letícia, aliás, do elenco todo e isso é muito bom quando isso acontece. Eu consegui ter uma boa relação com todos os atores.”

Precisou fazer dança para compor a personagem?

“Ela não é uma dançarina, ela é uma atriz. O início da história, ela ainda trabalha em boate, mas o público vai vê-la mais trabalhando como atriz.”

Retorno com Neymar

“Ah, você me desculpa, mas não vamos falar sobre este assunto.”

Felicidade

“Por que não estar feliz? Só tenho motivos para estar.”

Cantando em cena

“Sim! A primeira apresentação da personagem é ela numa boate cantando. Foi uma das cenas que eu fiquei mais nervosa, porque eu queria que ficasse bonita. Era a primeira cena da Beatriz, e eu sou apaixonada por música. Eu cantei The Man I Love, é bem bonito. Eu acho que ficou legal. Nós ensaiamos bastante a música.”

Repercussão em relação às cenas quentes …

“Eu acho engraçado e entendo que as pessoas tenham interesse nesse tipo de cena. Mas é que a trajetória da personagem é tão maior do que isso tudo, todas essas cenas, nada é gratuito, tudo tem um contexto. E o formato da série também, que não é como a novela, é mais curto, então, todo capítulo acontece muita coisa. A história está sendo contada ali, o tempo inteiro, e toda cena contribui muito para a história. Foi feita com tanto cuidado, o José Luiz Villamarim, e o Valtinho, eles fazem tudo com muito bom gosto. É muito bonito e muito importante pra mim.”

Essa é a personagem mais desafiadora de sua carreira?

“Não, eu digo que ela é uma mulher muito forte, e no início eu não me achava madura o suficiente para fazer uma mulher como ela, tão livre, regida pelo prazer. É sensual, mas muito espontânea, ela não é uma mulher vulgar. A série fala muito sobre as pessoas que tinham a mente muito à frente do seu tempo, e ela era assim. Ela era uma pessoa que não tinha preconceitos e eu admiro muito a Beatriz. Nós estamos falando de uma época em que as atrizes eram consideradas prostitutas. Então para uma mulher ter tanta força e seguir uma carreira que quer, independente de qualquer coisa, e ser tão livre, ela foi inspirada em figuras que eu admiro. Foi inspirada na Leila Diniz, na Marilyn, são mulheres que eu admiro hoje. Então, acho que isso foi o mais difícil, descobrir essa mulher e construir. Mas graças a Deus eu contei com uma equipe genial, que contribuiu muito e ao longo do processo eu fui me captando para vivê-la.”

Oportunidade

“É maravilhoso, e um dos benefícios de eu ter começado tão cedo, e hoje com 21 anos ter essa oportunidade que eu tenho, de ter conquistado o espaço que eu já conquistei. É óbvio que eu tenho muito a conquistar e aprender, e quero trabalhar muito, mas eu acho bom. Foi uma oportunidade tão bonita essa personagem. O ator depende muito da oportunidade, e existe uma tendência de ele fazer sempre o mesmo personagem. Se você faz bem a mocinha, vai sempre fazer esse personagem. Então, nós dependemos dessa oportunidade, e a Beatriz foi isso pra mim. Eu estava no final de uma novela, eu estava exausta e reta final é muito cansativo. E quando ela foi apresentada para mim, ela me deu um gás, pra terminar aquela novela e me preparar pra fazer ela, porque é muito legal, eu aos 21 anos ter a oportunidade de trabalhar com todos esses atores. Um diretor que eu admiro muito, toda aquela equipe, fazendo um personagem desafiador, sem dúvida foi um aprendizado muito grande pra mim. E uma oportunidade boa pra que as pessoas me olhassem de outra maneira, e enxergarem que eu posso ir além.”

Quais são seus próximos projetos?

“Depois da Beatriz, eu fiz um filme pelo litoral de São Paulo, e agora entrei de férias. Não sei por quanto tempo. Eu viajei agora no meu aniversário, fui para Riviera Maia, e depois fui pra Disney com a minha irmã e alguns amigos, foi bem divertido.”

Última vez que chorou de emoção…

“Provavelmente ontem, porque eu choro por qualquer coisa. Mas não lembro de nenhum momento especifico, provavelmente assistindo a algum filme, assistindo Justiça, que série maravilhosa. Que série é essa?!”

O que tira você da dieta?

“Com certeza pizza, doce, qualquer um. Eu gosto dessas besteiras.”

Moda

“Eu sempre falo que eu não tenho muito um estilo definido, porque eu me visto muito de acordo com o meu humor, com a ocasião, é claro, mas muito de acordo com o meu humor, com o que eu estou com vontade de usar. Eu não me limito muito. Gosto de arriscar, não tem muito tempo que eu comecei a me divertir com a moda. No começo, a moda foi quase que apresentada como uma obrigação, que eu tinha que seguir algumas regras, até eu entender que não, que eu poderia me divertir com isso. E hoje eu tento arriscar, me divertir, e ver o que fica bem no meu corpo. Mas eu vario muito.”

Cuidados com a unha…

“Eu não tenho nenhum cuidado especial. Eu tento fazer toda semana, mas nem sempre consigo. Me incomoda a unha descascando.”

Declaração de amor…

“Eu não vou falar muito sobre este assunto, porque eu acho que vida amorosa das pessoas normalmente repercute muito mais do que deveria. E eu acho que é muito pessoal. Eu fiquei surpresa com a repercussão. Acho que é o suficiente. Eu não imaginava.”

Malhação…

“Eu não sou muito de levantar peso não, mas de vez em quando…”

Vegetariana…

“Eu acho que é claro que influência muito, mas manter uma alimentação equilibrada e saudável é importante.”

Notas em relação ao oportunismo (de voltar para o Neymar para aparecer na mídia)

“Então, é obvio que houve uma critica maldosa em relação a isso. Eu sempre estou aberta a ouvir criticas em relação ao meu trabalho. Ou alguma postura que eu tive, mas criticas positivas. Obvio que criticas como essa eu tento não levar em conta. Eu tento acreditar que, para uma pessoa chegar a esse ponto, é porque ela está infeliz com ela mesma. Eu tento não tornar isso uma questão minha. Quando alguém me ofende na rede social, não é uma questão minha, e sim da pessoa. Eu tento não me magoar tanto com isso. É obvio que chega. É chato. Mas, com o tempo, eu tento lidar melhor com isso. A gente tem que dar ouvido a poucos e bons amigos. Sabe? Eu sempre ouço quem está ao meu redor, que me conhecem no dia a dia.”

Trabalhar com Marina Ruy Barbosa e Isabelle Drummond

“Eu admiro elas como atrizes e mulheres. É obvio que eu gostaria de trabalhar com as duas.”

Equilíbrio…

“Meu equilíbrio vem da minha fé em Deus. E de minha base familiar. É isso.”

Família

“Meus pais sempre me apoiaram. Desde o inicio. Sempre! Eu sou muito grata a eles por isso. Minha mãe está muito feliz. Ela sabe que a Beatriz é um dos papéis mais desafiadores que eu já fiz em minha carreira. Ela ficou feliz. Ela está feliz por me ver feliz. É isso.”

André RomanoENTREVISTA REALIZADA PELO JORNALISTA ANDRÉ ROMANO