“É um personagem muito complexo”, define Thiago Fragoso sobre o Caio de Malhação – Pro Dia Nascer Feliz

Thiago Fragoso
Thiago Fragoso

Em Malhação – Pro Dia Nascer Feliz, nova temporada da novela, que começou na segunda (22), Thiago Fragoso é o ex-jogador de vôlei Caio. Em entrevista, Thiago confessou que está adorando o contato com a galera jovem que faz parte do elenco e também seu personagem que é antagonista na história.

Confira entrevista na íntegra com Thiago Fragoso:

Malhação e público jovem


“Estou muito feliz em retornar à ‘Malhação’. É um produto que eu fiz há vinte anos. Eu sempre faço questão de manter esse contato com esse público jovem. Que eu acho fundamental para mim. Eu sempre fiz personagens que tiveram um carinho enorme da garotada em geral. O Niko de ‘Amor à Vida’, mesmo sendo em uma novela das nove, o público jovem o abraçou. Eu acho muito legal essa troca. E, agora de estar em ‘Malhação’, um horário voltado especialmente para os adolescentes. Essa temporada teremos uma dramaturgia mais de novela em ‘Malhação’. Gostei muito desse convite. Os atores convidados todos são incríveis. Costumo dizer que essa temporada teremos atores da pesada (risos).”

O que precisa para o seu dia nascer feliz …

“Preciso levar o meu filho para o ônibus da escola. Eu faço isso todo dia. Acordo cedo, coloco café para ele e desço para colocar ele na condução para a escola. As vezes ele está com um bom humor, as vezes ele ainda está com sono. Porque é normal. Ele acorda muito cedo. Então, eu desço, faço um chameguinho nele, e o coloco no ônibus escolar. Muitas vezes quando eu chego em casa, ele está dormindo. Por isso, gosto de fazer esse ritual todo dia. Isso pra mim é fundamental. Meu dia nasce feliz com toda certeza.”

Um pouco de Caio

“O Caio é um treinador. É um personagem muito complexo. É isso que eu estou achando muito legal nessa temporada. É bacana interpretar um personagem que tem as tintas tão delicadas, tão sutis. Ele é um treinador de vôlei de praia. Na verdade, ele é um ex-jogador de praia. Que era muito bom. De certa forma, ele foi ofuscado pelo personagem do Ricardo, interpretado pelo Marcos Pasquim. Dentro da dupla, o Ricardo, era tipo o Romário (Ex-jogador de futebol e a atual Senador). Ricardo era o cara mais genial, que não tinha o apreço como o meu personagem tem pelo treinamento e tudo mais. O meu personagem largou tudo de lado pelo esporte. Relacionamentos e tudo mais. Ele deixou tudo de lado para viver em função do vôlei de praia. E viveu a vida da irmã. Que acabou casando com o Ricardo (Pasquim). Então, todo o relacionamento afetivo dele foi com as sobrinhas. Ele as criou, amando como se fossem verdadeiras filhas. Em algum momento ele perde essa irmã de forma trágica e culpa o cunhado por isso. Que na verdade, vira ex-cunhado. Eles encerram a parceria no esporte. E, culpa o ex-cunhado de enterrar o sonho dele previamente, que era de jogar vôlei de praia. Esse esporte era o grande amor da vida dele. O meu personagem é um cara que tem muita magoa, muito rancor. Mas, que não é um cara mau. É um cara que apostou em um sonho e viu isso tudo desmoronar. Perdeu a pessoa que era mais importante na vida dele, que era a irmã. Ele tem muitos motivos para ser essa pessoa amargurada. Entretanto, ele continua apaixonado pelas sobrinhas. Ele é bem complexo. E, isso é um grande desafio nesse personagem. Ele vai ter essa função de antagonismo com o Ricardo, e irá se envolver amorosamente com a personagem da Deborah Secco também. Ricardo e ele irão se apaixonar pela mesma mulher. Não posso contar mais. A sinopse foi muito bem escrita. Estou bem feliz nesse projeto. Essa temporada vai ser muito especial. Enfim.”

Filho telespectador…

“Meu filho tem cinco aninhos.. Ainda não vai dar para ele assistir. Ainda tem a questão da separação (do personagem com a vida real).. Ele vai ficar confuso vendo o papai gritando com as pessoas: ‘você não grita comigo em casa’. É difícil justificar. Claro que a gente fica brincando com a coisa do faz de conta. Ele sabe que o papai é ator. Ele é muito engraçado. Quando ele assiste alguma coisa na TV Globo ele fala: ‘eu estou assistindo a Rede Globo!’. Ele acha o máximo! Ele abe que o papai trabalha na Globo. Mas, é diferente quando ele me vê fazendo alguma coisa. Ele fica bem confuso. Cinco anos, eu acho muito novo para assistir a uma novela. Quando eu dublo algum desenho ele adora. É isso.”

André RomanoENTREVISTA REALIZADA PELO JORNALISTA ANDRÉ ROMANO