Samira confeiteira Bake Off

A segunda temporada do Bake Off Brasil – Mão na Massa estreia no sábado (21), às 21h30, no SBT, então fomos saber como está a vida de Samira Ghannoum, a vencedora da primeira edição do programa.

Muçulmana, a melhor confeiteira amadora do Brasil segue como dona de casa, cuidando das cinco filhas e morando em São Paulo, ao lado do marido libanês.

Aos 43 anos, na vida pessoal de Samira pouca coisa mudou, mas na profissional ela viu a fama conquistada no programa trazer reconhecimento, ampliar sua carteira de clientes e aumentar o número de encomendas de bolos e doces.


“Mudou muita coisa, sou reconhecida na rua, pessoas da área de confeitaria e da televisão querem falar comigo. Aumentou o volume de clientes, vêm encomendas, querem experimentar minhas receitas”, afirma Samira.

Antes de participar do Bake Off Brasil, Samira já fazia bolos e doces para a comunidade árabe, mas agora, ela recebe pedidos de todo o Brasil. “Sempre fiz bolos decorados, agora pedem coisas do programa, como o Naked Cake”, detalha.

Apesar do sucesso, Samira segue trabalhando em casa, tem o sonho de abrir um ateliê, desejo que ainda não se realizou por, mas que é o objetivo a ser conquistado pela confeiteira. “Vieram algumas propostas para abrir um negócio, mas ainda não aconteceu por conta da crise”, lamenta.

Mesmo depois de vencer a competição de confeiteiros, Samira não se sente totalmente preparada, ela quer se especializar ainda mais, fazer cursos aprender novas técncas e aprimorar suas habilidades.

Samira vence o Bake Off BrasilComo ganhadora do Bake Off, ela recebeu o prêmio de lançar um livro de receitas, ela garante não saber se o livro tem sido bem vendido e que ainda não ganhou dinheiro com a obra, mas tem feito eventos para promover e autografar a publicação por todo o Brasil.

“O pessoal pede o livro pra levar pra fora e presentear amigos da comunidade muçulmana e até familiares que moram no Líbano”, conta a confeiteira.

Relembrando sua participação no Bake Off Brasil, Samira conta que foi uma experiência incrível, conheceu novas pessoas e fez amigos e vivenciou algo nunca experimentado antes. “O que sinto mais saudade é da adrenalina, sinto falta do nervosismo da tenda, da correria para preparar as receitas.”

Entusiasmada, Samira revela que está com uma pontinha de ciúmes dos participantes da nova edição, mas está na expectativa para confeirir a segunda temporada do Bake Off Brasil. “Vai ser diferente ver do outro lado, espero ter meu preferido para torcer”, conclui.