Lola (Gloria Pires), Júlio (Antonio Calloni), Carlos (Danilo Mesquita), Alfredo (Nicolas Prattes), Julinho (André Luiz Frambach) e Isabel (Giullia Buscacio) de Éramos Seis
Lola (Gloria Pires), Júlio (Antonio Calloni), Carlos (Danilo Mesquita), Alfredo (Nicolas Prattes), Julinho (André Luiz Frambach) e Isabel (Giullia Buscacio) de Éramos Seis (Divulgação/TV Globo)

Nesta segunda-feira (04), a novela Éramos Seis deu um salto no tempo. A trama da Globo, depois de enfocar a infância dos filhos de Lola (Gloria Pires), agora mostra os quatro rebentos já adultos. Com isso, novos atores chegam ao elenco, enquanto novos conflitos começam a se desenhar na trama assinada por Angela Chaves. Nicolas Prattes, o Alfredo, e Giullia Buscacio, a Isabel, chamaram a atenção nesta “estreia”.

Sobre Alfredo, Nicolas Prattes tem um desafio e tanto pela frente. Depois de uma série de mocinhos, o jovem ator agora tem em mãos um personagem diferente. Afinal, Alfredo é o filho que mais dá trabalho a Lola. Neste início de fase, o moço fez a mãe chorar ao pegar o dinheiro da prestação da casa para apostar no jogo. Além disso, enganou o pai, Julio (Antonio Calloni), ao dizer que havia arranjado um trabalho. Malandro, Alfredo não quis estudar, como os irmãos, e busca uma vida diferente. Por conta desta personalidade rebelde, Alfredo tem sérios entraves com o irmão, Carlos (Danilo Mesquita).

O embate dos irmãos evidenciou o trabalho dos dois jovens atores. Nicolas Prattes teve um início promissor, ao fazer de Alfredo um tipo bem diferente de seus trabalhos anteriores. Sua vantagem é que Alfredo é um personagem carismático. É o típico malandro que arrebata, capaz de despertar amor e ódio na mesma proporção. Enquanto isso, o desafio de Danilo Mesquita é ainda maior. Carlos é um bom moço. Assim, caberá ao ator evitar que o primogênito se torne um chato. Porém, seu lado romântico pode fazer a audiência se compadecer. A aguardar.

Clã

Quem também agradou nesta mudança de fase foi Giullia Buscacio. Graciosa, a atriz imprimiu charme e alguma pimenta à Isabel, que se destacou ao ser cortejada pelo vizinho Lucio (Jhona Burjack). Giulia vem de importantes trabalhos, sempre com bom desempenho, e deve ser outro destaque positivo do elenco jovem de Éramos Seis.

Além das novidades do elenco, Éramos Seis também mostrou como estão os personagens mais velhos. Nota-se um belo trabalho, seja de caracterização e de composição, para marcar o novo momento. O maior destaque foi Gloria Pires, que teve as marcas do tempo realçadas na maquiagem, mas, principalmente, no gestual e no tom de voz. Lola está mais madura. Agora, é preparar os lencinhos, já que o calvário da matriarca está só começando.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Últimos vídeos do Canal no YouTube