Maisa Silva no palco de seu programa
Maisa Silva no palco de seu programa (Foto: Beatriz Nadler/SBT)

Principal novidade do SBT em 2019, o Programa da Maisa deu um merecido espaço solo à Maisa Silva, um fenômeno adolescente. A atração injetou sangue novo nas cansadas tardes de sábado da emissora e mostrou que Maisa, é, sim, um talento que merece ser explorado. No entanto, oito meses depois de sua estreia, o Programa da Maisa entrou em piloto automático. A atração tem mostrado dificuldades em sair do roteiro e buscar novidades.

Com formato de talk show, o Programa da Maisa recebe, normalmente, dois convidados por semana. As duas figuras participam de um bate-papo, quase sempre interessante, com Maisa e seu partner, Oscar Filho. São conversas simples, mas que acabam arrancando boas frases dos entrevistados. Nomes como Pedro Bial, Xuxa Meneghel ou Celso Portiolli deram boas declarações à anfitriã.

Mas o Programa da Maisa repete, desde sua estreia, os mesmos quadros. Entre uma conversa e outra, os convidados participam de brincadeiras, como o Banho de Sabedoria e o Game do Dia. No primeiro, eles devem responder aos ataques dos “haters” nas redes sociais. Já no segundo, participam de um jogo simples valendo um unicórnio do programa.

São quadros que amarram o Programa da Maisa. Depois de semanas respondendo ataques de haters, já não há novas e boas respostas que os famosos podem dar. Deste modo, o quadro perdeu o fator novidade e já não empolga. E o mesmo acontece com o Game do Dia. Mesmo com o cuidado de não repetir jogos, o momento já não oferece momentos divertidos. Até mesmo Maisa parece não mais se divertir com os jogos que apresenta.

Roteiro

Com isso, o Programa da Maisa acaba muito preso ao roteiro previsível. Há uma sequência de ações que se repetem semana a semana, e que faz com que o programa não saia do lugar. Há uma clara dificuldade do roteiro de se renovar. E isso é ruim para uma atração que teve um início tão bom, em todos os sentidos.

Além disso, o roteiro amarrado deixa a própria Maisa amarrada. A apresentadora se destacou no passado justamente pela espontaneidade. Agora, a jovem surge presa a um roteiro preguiçoso. Ou seja, o Programa da Maisa precisa de um roteiro mais ousado, e que dê mais liberdade à sua apresentadora. Maisa merece mais.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Últimos vídeos do Canal no YouTube