Xuxa no Dancing Brasil.
Xuxa no Dancing Brasil. (Foto: Blad Meneghel/Record TV)

A vitória de Vinicius D´black marcou a final da quinta edição do Dancing Brasil, exibido na noite desta quarta-feira (11). O programa de Xuxa Meneghel na Record TV concluiu com louvor mais uma excelente temporada, repleta de bons números de dança extremamente bem produzidos. No entanto, a atual safra foi a que teve resultados mais fracos desde a estreia da atração, em 2017. O que é uma pena. Tantas qualidades deviam render melhor desempenho.

Tudo funcionou muito bem na temporada de Dancing Brasil. O elenco, interessante e variado, contou com vários destaques. A cenografia e a produção de arte seguiram impecáveis no incremento dos números de dança. Além disso, Xuxa segue bastante à vontade no comando do formato, vibrando e se divertindo em cena. Até mesmo Junno Andrade, que não foi lá essas coisas ao estrear na função no ano passado, melhorou consideravelmente.

A direção da Record também acertou na estratégia de exibição. Dancing Brasil foi exibido, na maior parte do tempo, sem disputar a atenção do público com a Dança dos Famosos, da Globo. Fora isso, outra novidade foi apostar em apenas uma temporada no ano, ao contrário dos anos anteriores. Com isso, o canal ajuda a evitar o desgaste da atração. Ou seja, a Record foi bastante feliz na realização de mais esta safra do talent show. Sendo assim… por que será que não funcionou?

Dancing Brasil e a linha de shows da Record

Em suma, Dancing Brasil tem uma apresentadora competente, bons jurados, elenco acertado e um capricho visual raro. Se nada disso é capaz de fazer os índices de audiência melhorarem, é sinal de que a competição de dança simplesmente não desperta a atenção do público da emissora. Com uma linha de shows marcada por realities de pegada popular, a dança pode parecer “sofisticada” demais para este público.

Porém, é uma pena. Dancing Brasil segue sendo, de longe, o melhor produto de entretenimento da Record na atualidade. Poucas disputas de talento da TV brasileira contam com uma estrutura do porte da atração. Por essas e outras, Dancing Brasil merecia resultados melhores. Quem sabe no ano que vem?

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Últimos vídeos do Canal no YouTube