Xuxa no Dancing Brasil
Xuxa no Dancing Brasil (Divulgação/ Record TV)

Faltam poucos episódios para que a atual temporada de Dancing Brasil chegue ao fim. A competição de dança da Record TV teve um 2019 morno, com uma disputa marcada pelo andamento burocrático e sem surpresas. O programa de Xuxa Meneghel continua com uma produção impecável e cheio de qualidades, mas faltou uma pitada de ousadia.

A safra 2019 do Dancing Brasil estreou com mudanças importantes. Pela primeira vez desde que lançou o programa, a Record optou por colocá-lo num hiato considerável. Assim, a competição teve apenas uma temporada neste ano, o que ajudou a poupar o formato. O canal também acertou ao estreá-lo antes da Dança dos Famosos, da Globo, impedindo que as duas competições de dança disputassem a atenção do público.

Porém, nem mesmo estes cuidados foram suficientes para que o programa deslanchasse. Na reta final, Dancing Brasil chegou a amargar recordes negativos nas últimas semanas. Sinal de que a disputa entre Bia Feres, D’Black, Daniele Hypólito, Ricardo Vianna e Victor Sarro não empolgou. Ao que tudo indica, nem mesmo o hiato entre as temporadas livrou o programa do cansaço. Dancing Brasil não conseguiu reter a atenção de quem o assiste, o que significa que o público não comprou a disputa.

Qualidades

Uma pena o programa não ter conseguido elevar os índices de audiência das noites de quarta-feira da Record TV. O programa de Xuxa é um dos mais grandiosos e bem realizados programas em exibição na TV aberta atualmente. A cenografia é impecável, os takes são certeiros e a produção e direção de arte sempre acertam, transformando coreografias em espetáculos deslumbrantes. Ou seja, o programa merecia ser mais prestigiado do que é.

Porém, o talent luta contra a própria longevidade de seu gênero. Dancing Brasil estreou em 2017, mas formatos semelhantes já haviam sido vistos e revistos pelo público brasileiro. Já que a Record prefere apostar em formatos prontos, devia ao menos ser mais ousada nas escolhas das produções. No entanto, o canal prefere seguir produzindo mais do mesmo, apostando apenas em competições de dança, canto e culinária. Seria interessante variar mais o cardápio.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Últimos vídeos do Canal no YouTube