Maju Coutinho (Divulgação)
Maju Coutinho no Jornal Hoje: jornalista assume em setembro, mas substituta no JN ainda não está definida (Divulgação)

O sinal amarelo está aceso no Jornal Hoje, tradicional noticiário da Globo. A concorrência com o Balanço Geral, da Record TV, chegou a ameaçar a liderança da atração, algo atípico em sua história. Ao mesmo tempo, a emissora anuncia a saída de Sandra Annenberg, que apresentou o jornal por mais de 15 anos. Anuncia também a chegada de Maria Julia Coutinho, a Maju, à bancada. São mudanças importantes, sem dúvidas. Mas a simples troca de comando não deve refrescar a situação.

Por ser um jornal exibido na hora do almoço, o Jornal Hoje sempre se caracterizou pelo tom mais leve. Há um enfoque político e policial, mas o jornal também explora o cotidiano e variedades. Prestação de serviços, como oportunidade de empregos, e pautas leves, como turismo e decoração, fazem parte do cardápio. Em sua história, o noticioso até já apostou, também, num quadro de culinária, que foi abolido com a estreia do Mais Você, há 20 anos.

Entretanto, a concorrência hoje está mais acirrada. A Record se fortaleceu bastante ao apostar nas versões locais do Balanço Geral no mesmo horário. Jornalismo popular sempre foi um dos pilares da emissora, e ela encontrou uma fórmula imbatível ao mesclar notas policiais e fofocas. Deste modo, obrigou a concorrência a se mexer. Assim que viu a Record encostar, a Globo reagiu e aumentou o noticiário policial do JH. Deu resultados. Mas o programa pode ir mais além.

Em tempos de redes sociais e informação instantânea, o JH pode se fortalecer ao valorizar justamente sua característica mais marcante: a descontração. O jornal poderia adotar um formato mais de revista, oferecendo o noticiário factual, mas também buscar abordagens mais criativas dos assuntos cotidianos. O Estúdio I, da GloboNews, é um modelo interessante de bom jornalístico de hora de almoço.

A troca de apresentadores do Jornal Hoje

O Jornal Hoje vive uma fase de transição. Após o pedido de demissão de Dony De Nuccio, Sandra Annenberg também vai se despedir da atração. A apresentadora assumirá o comando do Globo Repórter em breve, e vai passar o bastão para Maria Julia Coutinho. A apresentadora do Mapa Tempo do Jornal Nacional já era apresentadora eventual do vespertino.

Maju é dona de uma interessante trajetória dentro do jornalismo brasileiro. Tem experiência e estofo para assumir de vez a bancada do JH. Sendo assim, sua escolha para a missão soa até natural. Seria, então, o momento ideal para que o jornal lançasse novidades. Trazer um novo formato ao mesmo tempo em que lança um novo apresentador vai ajudar a dar um frescor na atração.

Sandra Annenberg é ótima e fará falta no JH. Maju Coutinho é igualmente ótima e deve fazer bonito na nova função. Porém, a simples troca de apresentador não fará milagres. Para tentar driblar a Record, o JH deve ir além disso. É um bom momento para isso.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Últimos vídeos do Canal no YouTube