Norberto (Guilherme Fontes) em Órfãos da Terra
Norberto (Guilherme Fontes) em Órfãos da Terra (Reprodução)

Em virtude de A Viagem (1994) ter sido apresentada quatro vezes em 20 anos, Guilherme Fontes ficou muito marcado como o mau-caráter Alexandre da novela de Ivani Ribeiro. No entanto, em outras oportunidades o talento do ator para outros tipos pôde ser verificado. Só para ilustrar, o Rei de Bebê a Bordo (1988/89), o Marcos de Mulheres de Areia (1993) são exemplos de personagens bem diferentes. Em Órfãos da Terra, Guilherme dá vida a Norberto. Após mais de 20 anos de casamento com Teresa (Leona Cavalli), ele decidiu se separar dela para embarcar num romance com Valéria (Bia Arantes). Ninguém menos do que a ex-namorada de seu filho único, o fotógrafo Bruno (Rodrigo Simas).

Valéria, o céu e o inferno

Norberto (Guilherme Fontes) e Valéria (Bia Arantes), de Órfãos da Terra
Norberto (Guilherme Fontes) e Valéria (Bia Arantes), de Órfãos da Terra (Reprodução)

Valéria sempre quis vida mansa e marido rico. Uniu-se a Bruno por interesse, mas ante o entendimento que sempre teve com Norberto para que este sustentasse o filho, cujo custo de vida não é suprido pelos ganhos como fotógrafo, acabou por surgir essa outra possibilidade. Sem conseguir enredar como gostaria ao filho, especialmente depois que Bruno conheceu a síria Laila (Júlia Dalavia), Valéria decidiu investir no pai. O antes futuro sogro se tornou o novo companheiro.

Os conflitos de Norberto na casa dos 50 oferecem prato cheio a Guilherme Fontes

No afã de manter o interesse de Valéria, Norberto não economiza. Dá a ela muito luxo e conforto, mima com presentes caros etc. Todavia, a diferença de uma geração para a outra se dá em diversos níveis, como não poderia deixar de ser. Por exemplo, uma das atividades que mais prazer dão a Norberto causa calafrios em Valéria: ver filmes antigos, produzidos em preto e branco. E na sala de casa, não num cinema de arte.

Além disso, existe o obstáculo natural de um casal como esse. Já na casa dos 50, Norberto mantinha com Teresa uma relação tranquila e sem novidades, depois de anos de convivência. Para satisfazer Valéria, tarefa que se revelou bastante difícil, ele se mostra capaz de recorrer a expedientes como garrafadas feitas à base de ervas. Seu medo, com efeito, é que Valéria acabe por arranjar um amante em virtude de não se satisfazer sexualmente.

Guilherme Fontes e o homem de meia-idade que joga a vida no lixo

Norberto ainda não caiu na real em relação ao erro que cometeu ao se separar de Teresa para ficar com Valéria. Embora bem mais jovem do que ele, não é bem esse o grande problema da relação. Com efeito, as diferenças de mentalidade, hábitos e visões de mundo comprometem o sucesso da união. Só que, em virtude de ser feito de bobo pela jovem parceira, Norberto perceberá tarde demais o barco furado no qual quis viajar. Será que Teresa o quererá de volta? Ela demonstra se preocupar com o ex-marido e ter carinho por ele até hoje…

Guilherme Fontes tem se saído bem no papel de um “tiozão” que, de tão rico, tem apenas dinheiro. De tal forma que se acredita superior a muitas pessoas, quer ditar os rumos da vida do filho único e pensa ser verdadeiramente amado por uma jovem claramente interesseira e dissimulada. Escalado num segundo momento, logo após Cássio Gabus Mendes deixar o papel em prol do remake de Éramos Seis, o ator valoriza seu personagem com uma interpretação que não força a barra. Com toda a certeza, Norberto é crível, porque verdadeiro. Há vários Norbertos por aí.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Últimos vídeos do Canal no YouTube