Enzo (Eduardo Sterblitch) e Rita (Tatá Werneck) em Shippados
Enzo (Eduardo Sterblitch) e Rita (Tatá Werneck) em Shippados (Divulgação/ TV Globo)

Mais uma vez, a Globo faz uso da Sessão GloboPlay para divulgar outra novidade de seu serviço de streaming. Desta vez, o canal mostra o primeiro episódio de Shippados, série cômica exclusiva do GloboPlay. Na nova produção, os autores Alexandre Machado e Fernanda Young voltam ao universo que conhecem bem: os casais. Mas, diferentemente de Os Normais e Separação?!, a nova série traz uma pitada de esperança em meio à melancolia e solidão dos protagonistas, dois antissociais.

Rita (Tatá Werneck) e Enzo (Eduardo Sterblich) têm em comum o fato de não se darem nada bem com a tecnologia a serviço das relações. Ou seja, são desajustados sociais em meio às redes sociais. No entanto, quando eles se conhecem, percebem este traço comum de ambos e, a partir daí, partirão para um relacionamento um tanto inusual. Com isso, Shippados diverte ao mostrar não somente as dificuldades de uma relação, mas, principalmente, as dificuldades daqueles que se sentem deslocados em meio à sociedade.

Por conta da temática, Shippados se permite uma ponta de melancolia. Há algo de trágico na trajetória de Rita e Enzo, que é tratado com um olhar mais terno. O sarcasmo e as tiradas espertas permanecem como a marca do casal de autores, mas, aqui, há uma profundidade na personalidade dos protagonistas que não se via nas demais comédias dos roteiristas. Deste modo, Shippados não apenas arranca gargalhadas, mas também desperta no público a compaixão e, principalmente, a torcida do público.

Casais para todos os gostos

Alexandre Machado e Fernanda Young são dois dos mais inventivos roteiristas de séries da TV brasileira. Estão na galeria dos autores comédias tresloucadas, como O Sistema, ou sátiras cotidianas, como Macho Man e Minha Nada Mole Vida. Porém, é no universo dos casais que se encontram as melhores pérolas dos escritores.

Os Normais ainda é a mais importante série da dupla. Com a saga de Rui (Luiz Fernando Guimarães) e Vani (Fernanda Torres), Machado e Young brincavam com as pequenas manias que todos cultivamos ao longo da vida. Eternos noivos, os protagonistas lidavam com as maluquices de uma relação que não saía do lugar. Mas, nesta galeria, também entra Separação?!, série não muito lembrada, mas muito divertida. Na comédia, o casal Karin (Debora Bloch) e Agnaldo (Vladimir Brichta) são casados e vivem brigando, mas nunca se separam. Ou seja, em cada uma das séries, os autores mostram casais em tempos distintos de uma relação.

Em Shippados, o foco está no início de um relacionamento, com o “agravante” da dificuldade social de Rita e Enzo. Deste modo, a nova série tem um tom romântico maior, o que a difere das comédias anteriores. E, justamente por trazer algo mais original à galeria dos autores, Shippados merece ser vista. A boa mistura da comédia e do romance, com o olhar irônico e sarcástico de sempre, dão charme à série.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Últimos vídeos do Canal no YouTube