Thaís Melchior como Luísa em As Aventuras de Poliana (Reprodução/SBT)
Thaís Melchior como Luísa em As Aventuras de Poliana (Reprodução/SBT)

Há oito meses, quando Thaís Melchior entrou em cena em As Aventuras de Poliana, os fãs da novela chiaram. Isso porque a atriz entrou com a ingrata missão de substituir Milena Toscano, que viveu tia Luísa na história entre maio e setembro de 2018. Grávida, Milena deixou a trama, e a direção do SBT optou por uma substituição. E o tempo provou que a ideia, embora pouco usual, deu muito certo.

Muitos capítulos depois de sua entrada na trama, Thaís Melchior já está completamente à vontade. A atriz já se tornou o rosto de Luísa, e sua presença em cena já não causa estranheza. Pelo contrário. Ela já mostra total domínio da personagem, e tem ido muito bem na atual fase da história. Luísa, atualmente, vive uma relação romântica com Marcelo (Murilo Cézar), e o casal tem sido um dos destaques da produção.

Além disso, a direção da novela foi feliz na escolha do momento de mudança das intérpretes. Inicialmente, tia Luísa era amarga e tinha ares de vilã. Seu figurino, inclusive, parecia o de uma mulher mais velha e sem vaidades. E Milena Toscano foi muito bem ao fazer uma tia um tanto dura, que escondia segredos do passado. Já Thaís entrou em cena quando Luísa ensaiava sair da toca, depois de anos vivendo reclusa. A mudança de intérprete, somado à suavização do figurino e às atitudes de Luísa, marcou bem a transição. A partir daí, Luísa se tornou, de fato, a protagonista adulta da obra. E Thaís Melchior tem ido muito bem fazendo a fase mais doce da tia de Poliana (Sophia Valverde).

Um ano de As Aventuras de Poliana

Amanhã (16), a novela As Aventuras de Poliana completa um ano no ar. Depois de uma estreia bastante comentada e com altos índices de audiência, a história de Iris Abravanel deu uma estacionada. Os números ainda são satisfatórios, mas a trama perdeu o status inicial de “fenômeno”.

Deste modo, fica claro que apostar em novelas muito longas pode ser o principal erro do SBT na seara das novelas infantis. Isso porque, com a longa duração, a tendência é que a novela comece a andar em círculos, ou propor situações repetidas. As Aventuras de Poliana ainda tem seu charme e seu apelo junto às crianças, sem dúvidas, mas sua narrativa já perdeu o fio condutor há tempos. Atualmente, a novela sobrevive de acontecimentos episódicos.

E haja acontecimentos, já que a trama só sairá do ar no ano que vem. Sendo assim, para as próximas produções, o ideal seria a emissora apostar em tramas menos longas. Novelas como Carrossel ou Cúmplices de um Resgate ficaram cerca de um ano no ar e funcionaram bem. Mais do que isso já é exagero.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Últimos vídeos do Canal no YouTube