Totia Meireles vive Mercedes em Verão 90
Totia Meireles vive Mercedes em Verão 90 (Divulgação / Globo)

No início de Verão 90, muita gente se interessou pela história que faria referências a uma década de saudosa lembrança, apesar de seus pesares. Bem como os personagens centrais aludirem aos grupos musicais que alegraram a infância daquela geração também chamou alguma atenção. As perspectivas em torno da novela de Izabel de Oliveira e Paula Amaral eram boas. No entanto, transcorridos esses dois meses e meio, muito da expectativa positiva se converteu em frustração.

Não é o caso, todavia, da atuação de Totia Meireles como a vilã Mercedes Ferreira Lima. Autoritária, arrogante e preconceituosa, ela deseja controlar a vida dos filhos Gisela (Débora Nascimento) e Quinzinho (Caio Paduan) da mesma forma como faz de gato e sapato o marido Quinzão (Alexandre Borges).

Gisela, a filha frágil e instável

Isadora (Duda Wendling) e Gisela (Débora Nascimento) em Verão 90
Gisela (Débora Nascimento) e Isadora (Duda Wendling) em Verão 90

Gisela vive há anos um casamento desajustado e infeliz com Herculano (Humberto Martins). O antigo ator de pornochanchada não era o genro dos sonhos de Mercedes e Quinzão, mas como a filha caiu de amores por ele ainda adolescente e nunca conheceu refreios a seus caprichos, deu no que deu. Herculano e Gisela se casaram, tiveram a filha Isadora (Duda Wendling) e preservam o casamento por motivos distintos. Ela, por dependência psicológica e recusa à ideia de “derrota”; ele, por pena e por causa da menina.

Mercedes não pensou duas vezes antes de oferecer dinheiro a Janaína (Dira Paes), mulher por quem Herculano se apaixonou, ou de coagir o genro trocando o pagamento de suas dívidas pela manutenção do casamento com sua filha. Em boa medida, a personalidade titubeante de Gisela se deve a essa mãe, de quem precisaria se libertar para ser ela mesma.

Quinzinho, o playboy pusilânime

Caio Paduan interpreta Quinzinho em Verão 90
Caio Paduan interpreta Quinzinho em Verão 90 (Reprodução).

Há anos a vilã de Verão 90 sonha com a união dos Ferreira Lima com os Castro Gomes. Candé (Kayky Brito) é desde sempre amigo de Quinzinho, e sua irmã Larissa (Marina Moschen) tornou-se namorada e noiva do herdeiro de Mercedes e Quinzão. No entanto, com o passar do tempo os dois jovens, que nunca fizeram muita força para oficializar a união, conheceram outras pessoas e passaram a se ver mais como grandes amigos do que como futuros cônjuges. Larissa se encantou por Diego (Sérgio Malheiros) e Quinzinho, pela dançarina Dandara (Dandara Mariana). Só para ilustrar, uma questão a mais nesses novos amores é o fato de que tanto Diego quanto Dandara são negros.

O dinheiro também foi arma de grande valor para Mercedes na guerra pelo casamento de Quinzinho. Tanto assim que pagara Vanessa (Camila Queiroz) para se afastar do Brasil e levar consigo o que sabe sobre a morte de Nicole. E posteriormente pediu a ela o favor de separar Diego de Larissa e assim mantê-la noiva de seu filho.

Quinzinho está diretamente implicado na morte de Nicole (Bárbara França), sua antiga amante. Os dois discutiram, agrediram-se mutuamente e Nicole acabou caindo de considerável altura, cena essa presenciada por Jerônimo (Jesuíta Barbosa), que se valeu da situação para chantagear o amigo. Este havia descoberto pouco antes que Jerônimo o enganava, fingindo ser uma pessoa que não é. Para salvar-se da execração pública e da pobreza, Jerônimo não titubeou e mandou o próprio irmão, João (Rafael Vitti), para pagar no lugar de Quinzinho pelo crime. Nada disso é segredo para Mercedes, que soube como tirar proveito da situação, por mais indesejável que seja para ela a presença de “Rogê”, como Jerônimo prefere ser chamado.

Jerônimo e a Pop TV, propriedade de Mercedes

Mau-caráter principal de Verão 90, Jerônimo divide com Mercedes a vilania da novela. Com efeito, a milionária é a única que o coloca em seu devido lugar. Seguramente, não fosse ela, Jerônimo já teria lançado mão de muito do patrimônio dos Ferreira Lima, a partir de sua posição privilegiada no corpo diretivo da Pop TV.

Totia Meireles, enfim num papel de rica e má

Essas situações e outras mais que as autoras de Verão 90 ainda reservam para Mercedes deram e darão oportunidade a Totia Meireles de se apresentar como uma vilã que tem seu charme. Apesar de uma caracterização um pouco esquisita, que deixou o cabelo da personagem bastante esquisito nos capítulos iniciais, Mercedes desde sempre foi a pessoa intragável, controladora, manipuladora, desagradável. E desperta muitas manifestações nas redes sociais.

A Wanda de Salve Jorge (2012/13), de Glória Perez, também não era flor que cheirasse e marcou a carreira da atriz. No entanto, a mulher boa-praça, trabalhadora e mãe é forte na lembrança do público graças a trabalhos de Totia como a Silvana de Cobras & Lagartos (2006), de João Emanuel Carneiro. Ou a psicóloga Aída de Caminho das Índias (2009), outra de Glória Perez. Por mais que Verão 90 no geral venha decepcionando após um início promissor, Totia Meireles pode brilhar e salvar a novela de um grande saldo negativo.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Últimos vídeos do Canal no YouTube