Roberto Justus está de volta em O Aprendiz na Band
Roberto Justus está de volta em O Aprendiz na Band (Divulgação)

O Aprendiz estreou uma nova temporada nesta segunda (18), na Band. A edição de número 11 chega a tela da TV aberta brasileira depois de quase 5 anos da final de O Aprendiz Celebridades, em 2014, na Record TV. Sob o comando de Roberto Justus, dessa vez os participantes são digitais influencers. Eles serão colocados à prova, em busca do prêmio de R$ 1 milhão.

O episódio de estreia começou relembrando o público sobre a origem e o sucesso do formato do programa criado por Mark Burnett em 2004. A ideia foi boa, tendo em vista que muitos telespectadores podem não conhecer O Aprendiz. Até porque o reality se popularizou no Brasil e teve suas 10 temporadas anteriores exibidas pela Record TV e agora está na Band.

Veja também: Conheça os 18 participantes da nova temporada de O Aprendiz

Antes do programa começar de fato, Roberto Justus recebeu na temida sala de reuniões, duas ex-participantes de O Aprendiz. Elas relembraram como foi participar do programa e falaram sobre o sucesso na carreira pós reality. Uma boa estratégia, já que mostra que diferente de muitos realities, os participantes de O Aprendiz foram bem sucedidos pós programa.

A estreia de O Aprendiz

Logo após foi dada a largada em O Aprendiz. Belíssimas tomadas aéreas da cidade de São Paulo e o encontro de Justus com os 18 participantes tentaram impressionar o telespectador. Nesse momento um detalhe deixou a desejar. Ao tentar dar um ar de vlog para o programa, os ângulos e enquadramentos das imagens ficaram um tanto quanto amadores. Mas pode ter sido proposital.

A abertura do programa ficou muito bem feita, com referências ao universo da web, especialmente o Youtube. Nessa nova edição, a predominância da cor vermelha, a mesma do patrocinador principal, um banco, toma o lugar do antigo preto e prata que dominou as temporadas anteriores. A trilha sonora se mantém a mesma, ‘The O’Jays – For The Love of Money’, apenas com uma remixada mais moderna.

Em seguida veio a primeira prova de O Aprendiz na Band. Os 18 influenciadores foram divididos em 2 equipes. Eles enfrentaram provas de resistência, força e habilidade no centro de formação e treinamento do Corpo de Bombeiros do estado de São Paulo. Trabalho em equipe, precisão, agilidade e disciplina foram exigidos dos competidores, que não estão nada acostumados com esse tipo de desafio tenso e pesado de salvar vidas.

Mas não foi apenas isso, os influencers foram desafiados em um quiz de assuntos gerais e atualidades. Para surpresa de muitos, eles erraram muitas perguntas, provando de certa forma a falta de conhecimentos, especialmente sobre o mundo dos negócios. Roberto Justus externou seu desapontamento com o baixo número de acertos dos participantes. Confesso que não me surpreendi!

Veja também: O Aprendiz: relembre os vencedores das edições anteriores

Sucesso comercial

Um detalhe, que não é uma novidade também chamou a atenção. O Aprendiz sempre foi uma atração vendável e com muitos patrocinadores, mas essa edição parece ter superado as demais. Desde a vinheta de abertura, passando pelas provas até o final, foram inúmeras ações de marketing. Merchandising de diversas marcas patrocinadoras comprovam que O Aprendiz é um sucesso comercial.

O apresentador

Roberto Justus nasceu para apresentar O Aprendiz e nunca deveria ter feito outra coisa na TV. Seu único projeto bem sucedido e no qual ele foi e é bem avaliado é esse programa. O Aprendiz é a cara de Justus. Com seu estilo enérgico de líder ele impõe sua personalidade e bota medo nos participantes, isso é quase tudo que o reality precisa. Mas não basta, os participantes também precisam ser interessantes.

Em O Aprendiz, Justus não precisa fazer graça, ser divertido ou coisa do tipo, exigência em outros programas como A Fazenda. No reality rural da Record TV ele foi duramente criticado por seu estilo robótico, que no caso de O Aprendiz cai como uma luva.

Justus sabe se impor diante dos competidores e sem dó nem piedade abusa da persona malvada que ele incorpora em O Aprendiz. Com isso ele rouba a cena, dando broncas e deixando em situação constrangedora, mas totalmente pertinente, os participantes que falham em suas tarefas.

Os Conselheiros

Ao lado de Roberto Justus os conselheiros Vivianne Brafmann e José Roberto Marques analisaram os participantes. Eles fizeram o papel de coadjuvantes na atração. Viviane, inclusive foi a vencedora do primeiro O Aprendiz e já participou como conselheira em outras temporadas. Com comentários pertinentes ela é uma excelente aliada do apresentador.

Já José Roberto faz sua estreia na TV e, apesar de ser especialista em Coaching e ter o hábito de falar em público, na televisão ele ainda está um tanto deslocado. Ele também pecou no figurino, meio desarrumado, contrastando com a elegância de Justus. Os comentários dele também foram um tanto superficiais, digamos que algo habitual em Coaching, falar sem falar nada.

Desnecessário, ou no mínimo equivocado foi a participação da secretária, na parte final da atração. Sem naturalidade, toda desajeitada na cadeira, ela se limitou a chamar os participantes para retornarem a sala de reuniões e fez muito feio. Um programa desse nível precisa de uma secretária mais preparada, ela merece ser demitida!

A internet

O reality da Band também abusou do uso de termos oriundos da web como hashtags. Também fez uso da já comum participação do público na segunda tela, comentando o programa usando #OAprendizNaBand. O termo ficou entre os mais comentados no Twitter.

A equipe Hashtag foi a vencedora da primeira prova e se safou da temida reunião que define o demitido. Eles ganharam um jantar na casa de Justus. Já a equipe Share, que perdeu o desafio, já mostrou desentendimento e acusações de quem foi culpado pelo mal desempenho. Isso mostra que ao longo da temporada teremos muitas discussões e brigas entre competidores. A julgar pela função que exercem, influencers, o ego não deve ser pequeno, então, muita confusão deve rolar.

Demitida

Na sala de reuniões a tensão rolou solta. Os participantes se acusaram e ninguém queria assumir a culpa pelo fracasso. Justus deu várias ‘patadas’ colocando em xeque as justificativas dos perdedores. Por fim, a primeira demitida foi Jessica Belcost, influencer do universo da Moda.

A audiência de O Aprendiz deixou a desejar na estreia. O programa mal passou de 1 ponto de média. O resultado deixou a Band em quinto lugar, atrás da Globo, SBT, Record e RedeTV!.

Últimos vídeos do Canal no YouTube