Padre Alessandro Campos ganha programa na RedeTV! (
Padre Alessandro Campos ganha programa na RedeTV! (Foto: Divulgação/ RedeTV!)

A RedeTV! lançou na manhã de hoje o programa Padre Alessandro Campos. A atração do apresentador, conhecido como “padre sertanejo”, aposta em orações e música sertaneja, destoando do que se vê, comumente, no horário. Com isso, a RedeTV! mostra que busca diálogo com um público mais velho, de olho na popularidade do padre junto à terceira idade.

O Padre Alessandro Campos fez fama no comando de programas sertanejos, exibidos em canais como Rede Vida, TV Aparecida e Gazeta. A atração é fortemente inspirada nos musicais especializados em música sertaneja e de raiz, e que consagraram, entre outros, o músico e apresentador Marcelo Costa. Costa fez carreira no segmento, apresentando programas como Especial Sertanejo, na Record, e Festa Sertaneja, na Gazeta. O padre Alessandro Campos chegou a citá-lo no programa de estreia e não escondeu a inspiração.

Leia também: CNN Brasil contrata jornalistas da Record para cargos de vice-presidentes de Jornalismo e Programação

Seu diferencial é o viés religioso, afinal, o apresentador é um padre. Assim, entre uma música e outra, Alessandro Campos fala da Bíblia e faz orações junto ao público de casa e à plateia, formada majoritariamente por mulheres da terceira idade. Assim, Padre Alessandro Campos é um matinal diário com um formato normalmente adotado por semanais. Ou seja, uma clara tentativa da RedeTV! de se destacar nas manhãs, desta vez apostando num público que normalmente é ignorado pela TV aberta. É inusitado, sem dúvidas, mas faz sentido.

Manhãs da RedeTV!

Desde que foi criada, há quase 20 anos, a RedeTV! tenta acertar uma programação matinal. Neste tempo todo, a emissora já apostou em jornalísticos, infantis, revistas eletrônicas, programas femininos e até telebarracos, mas todos de vida relativamente curta.

Bom Dia Mulher, Manhã Maior e o recente Melhor pra Você foram os programas mais relevantes exibidos neste período, mas todos acabaram encontrando um fim. E todos, vale lembrar, de trajetórias semelhantes. Eles estrearam com a promessa de um programa de variedades e informação, mas acabaram enveredando para fofocas de celebridades, descaracterizando-se por completo.

Talvez por isso, desta vez o canal resolver ir numa nova direção. O problema, aqui, é que a fórmula de fé e música sertaneja parece um tanto limitada para uma atração diária. Corre-se o risco de o matinal se esgotar rapidamente.

Leia também: Saindo da inércia, SBT acerta ao apostar em Maisa Silva

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.